Considerado um dos jornalistas e apresentadores mais queridos e famosos do Brasil, Marcelo Rezende passa atualmente pela fase mais tensa de sua vida. Em maio deste ano, aos 65 anos, Marcelo descobriu um quadro avançado de câncer no pâncreas que havia se estendido para o fígado.

Bastante irreverente e com uma forte ligação com o público, o apresentador não poupou os fãs da informação acerca de seu estado de saúde e, durante uma entrevista comovente ao programa 'Domingo Espetacular', da RecordTV, emissora em que o mesmo apresenta o telejornal 'Cidade Alerta', Marcelo revelou seu drama publicamente.

A informação, que desde que foi confirmada pelo apresentador vem causando forte comoção entre os brasileiros, e vem juntando pessoas de diferentes crenças em uma corrente de orações e pensamentos positivos em prol da cura física para o jornalista.

Publicidade
Publicidade

Ele, que embora tenha desabafado sobre a tensão desta fase crítica de saúde, vem se mostrando confiante em uma recuperação e acreditando em uma 'cura divina', se internou novamente na manhã desta segunda-feira, 05 de maio para dar continuidade ao tratamento químico e radiológico da doença.

A notícia sobre a internação, foi dada pelo próprio apresentador através de um vídeo em seu perfil no Instagram. Ele, que mantém uma amizade bastante forte com o apresentador Geraldo Luís, estava sendo levado pelo amigo ao hospital. Acompanhado também da filha mais velha, que reside na Holanda e veio para o Brasil acompanhar de perto o tratamento do pai, Marcelo se mostrou confiante no tratamento que receberá dos especialistas.

Se mostrando bastante devoto a Deus, em toda a oportunidade que tem, o jornalista ressalta e cita mensagens de fé, esperança e cura.

Publicidade

O apresentador, que vem tendo seu estado de saúde bastante debatido pelo público e pelos especialistas, recentemente teve detalhes de sua doença explanada pelo endocrinologista, Ney Cavalcanti de Albuquerque, que se referiu ao câncer portado por Marcelo como o tipo mais crítico e devastador da doença. A declaração do especialista foi feita durante uma entrevista de rádio em Recife, no qual os ouvintes enviam dúvidas sobre a doença, bem como sobre o tratamento.

O médico, que buscou sanar todas as dúvidas de uma forma prática, afirmou que o câncer pancreático, quando descoberto e tratado da forma em que aconteceu com Rezende, recebe um tratamento bastante delicado e que, embora haja recursos a fim de amenizar seus efeitos, a doença conta com apenas 1% de chance de cura. #câncer pâncreas #Marcelo Rezende