Apesar do Big Brother Brasil 2017 ter acabado há mais de um mês, os ex-BBBs ainda estão vivendo como se estivessem confinados. Isso porque, cada passo que eles dão, as torcidas e fãs ficam à espreita para comentar. Tem sido assim com #Marcos Harter. O cirurgião plástico apareceu em imagens recentemente beijando uma jovem moça, em um elevador em São Paulo – onde ele abriu um consultório. Em seguida, a foto vazou nas redes sociais e gerou muita polêmica principalmente vinda dos fãs de Emilly que ainda acreditavam no retorno do casal “Mally” – Emilly e Marcos. Em uma live, esses mesmos fãs passaram a detonar a nova namorada do médico e a criticá-lo.

Publicidade
Publicidade

Marcos não ficou enfurecido com a situação, mas pediu para que essas pessoas parassem de criticar as escolhas da vida pessoal dele: “Não quer me ouvir, vai dormir cedo, tem colégio amanhã, tem trabalho...”, detonou o cirurgião plástico, em resposta às críticas que alguns fãs faziam enquanto ele realizava uma live em sua rede social, de madrugada. Marcos disse que queria sentir raiva dessas pessoas que criticam ele, porque apareceu em uma foto beijando outra mulher e não Emilly, no entanto, de acordo com o cirurgião plástico, ele não consegue sentir raiva. Marcos contou que queria ajudar esses ‘haters’ de alguma forma.

“Não vou responder porque esse não é o motivo dessas lives. Mas, cara, você quer ofender alguém à 1h30”, disse o ex-BBB. O médico disse que já deixou muito claro que não há retorno de namoro com #Emilly Araújo.

Publicidade

Ele, inclusive, chegou a citar questões de caráter e honra. Marcos disse que defendeu a hombridade enquanto estava disputando o reality show ao lado de sua ex-namorada, no entanto, segundo o cirurgião, o mesmo não teria acontecido por parte da gêmea que, ao invés de apoiá-lo, teria pedido para a produção do programar que tirasse o médico da disputa. Para Marcos, isso foi muito triste e é um dos motivos pelos quais ele não quer mais manter nenhum tipo de contato com a gaúcha.

Na época, o apresentador Tiago Leifert ratificou que o pedido de expulsão de Marcos não foi feito por Emilly, mas sim, essa questão surgiu após uma reunião da direção do programa, que chegou a conclusão que o cirurgião plástico não tinha mais condições de continuar na disputa. Marcos saiu do BBB acusado de ter supostamente agredido Emilly fisicamente. O próprio médico prestou depoimento em uma delegacia do Rio de Janeiro, após o final do reality show. O mesmo foi feito pela sua ex-namorada. Os dois ainda aguardam uma posição da Justiça do Rio a respeito do caso. #bbb17