O meio #sertanejo está em luto após a #Morte de um grande cantor que se tornou exemplo para várias outras duplas. Nesta segunda-feira (05), faleceu Waldomiro de Oliveira, o famoso Zé da Estrada. A famosa dupla Pedro Bento e Zé da Estrada deixará saudade e lindas músicas.

O cantor estava com 88 anos e faleceu na madrugada desta segunda, num hospital de São José do Rio Preto, onde estava internado. A assessoria do cantor publicou em sua página do Facebook uma nota de lamentação [VIDEO]. Na publicação, foi passada uma mensagem de fé para todos os fãs da dupla. "Que ele fique nas mãos de Deus, cantando no céu".

O cantor foi velado na cidade de Riolândia, São Paulo e o enterro está marcado para esta terça (06), na mesma cidade.

Publicidade
Publicidade

O sucesso da dupla foi muito grande, principalmente no interior do país. Eles chegaram a ganhar um Grammy Latino, em 2008. O maior sucesso da dupla é a música "Seresteiro da Lua", que foi gravada em 1969.

Cantores sertanejos lamentaram muito a morte de Zé da Estrada. Cesar Menotti publicou nas redes sociais que o cantor sempre será uma referência de respeito à arte.

Inovação

Na década de 60, a dupla inovou ao trazer para a música sertaneja as canções rancheiras, ritmo tradicional dos Mariachis, na América Central. Com isso, eles acabaram despontando por todo o Brasil. A dupla Pedro Bento e Zé da Estrada chegou a ganhar o título de "Amantes da Rancheira".

A causa da morte de Zé da Estrada não foi revelada. A suspeita é de que ele pegou uma infecção. O cantor estava afastado dos palcos desde setembro de 2016, após ter sofrido um AVC e complicações renais.

Publicidade

Zé morava com sua esposa em uma fazenda e era cuidado por uma enfermeira.

O cantor Pedro Bento também estava internado em estado grave, mas se recuperou bem, tendo alta há poucos dias. Ele confirmou que estará presente na cerimônia de despedida do seu companheiro.

Amigos

O produtor da dupla comentou que muita gente imaginava que os dois eram irmãos, mas eram apenas amigos. O produtor também comentou que, logo após Pedro Bento recuperar seu estado saúde, ele disse que admirava Zé da Estrada. "Sou mais que um irmão do Zé". Os dois sempre caminharam juntos, viajaram por todo o Brasil e, quando um ficava doente, o outro também adoecia. Esses dizeres de Pedro Bento marcaram profundamente o produtor.

No dia 27 de agosto de 2016, eles realizaram o último show da dupla, que aconteceu na cidade de Guarulhos.

Em Pratânia, cidade natal de Zé da Estrada, há um museu que conta um pouco a história deles e foi criado em homenagem à trajetória da dupla. #Pedro Bento & Zé da Estrada