Paulo Henrique Amorim, conhecido jornalista da atração “Domingo Espetacular”, da Record, usou seu “blog” para detonar o trabalho que #William Bonner está fazendo no “Jornal Nacional”, mas também no jornalismo da Globo. Tal como informa o site “Metrópoles”, o jornalista da Record garantiu que a mudança drástica do cenário não melhorou nada o principal telejornal da Globo, acusando de ter “pouco conteúdo”. “Porque o Gilberto Freire, com ‘i’, e o editor do jornal para assuntos não importantes, o William Bonner, não sabem fazer televisão”, afirmou de forma muito direta Paulo Amorim, inflamando rapidamente a discussão que se verificou nas redes sociais.

Publicidade
Publicidade

De fato, depois de três anos, os responsáveis da Globo conseguiram finalmente estrear o novo cenário, mas também o novo formato do “Jornal Nacional”, tentando ao máximo que ele fique mais moderno e seus âncoras possam ainda estar mais próximos dos seus telespectadores. Contudo, se muita gente gostou dessa transformação radical, o mesmo não se verificou com um importante jornalista da emissora rival, Paulo Henrique Amorim.

“Pode escalar o Spielberg para dirigir o JN que dali não sai televisão. Sai lixo impresso”, garantiu muito abertamente o jornalista da Record, que afirmou que o jornalismo desse telejornal está muito mais relacionado com o formato impresso do que propriamente o televisivo. Como garante o site “Metrópoles”, o principal responsável por essa “falha” é precisamente William Bonner que, na opinião do experiente jornalista, não está fazendo um bom trabalho como editor-chefe, por não “saber fazer televisão, tal como os seus antecessores Evandro Carlos de Andrade e Alberico”.

Publicidade

Nas redes sociais, o desabafo com palavras fortes de Paulo Amorim rapidamente ganharam impacto, fazendo com que alguns internautas acusassem o profissional de ter inveja por não ser considerado um dos principais nomes do jornalismo no Brasil, como é o caso de William Bonner. De fato, o ex-marido de Fátima Bernardes, não ligando às criticas, nem mesmo de alguns colegas de profissão, não escondeu estar muito feliz pelo investimento que foi feito no “Jornal Nacional”, tendo feito várias entrevistas explicando, detalhadamente, o porquê de determinadas mudanças e de como elas vão acabar por contribuir para que o jornalismo dos telejornais, mas também dos seus “sites”, melhores bastante e seja cada vez mais credível. Acha que Paulo Henrique Amorim tem motivos para atacar dessa forma o trabalho de Bonner na Globo? Gostou das mudanças recentes do “Jornal Nacional”? #Rede Record #Rede Globo