A edição carioca do #UFC 212 que aconteceu na noite do último sábado (3), na Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, vem dando o que falar! Além das lutas, com vitórias e uma triste derrota de José Aldo, outros assuntos do evento também chamaram a atenção do público.

Como já destacamos aqui, houve uma grande polêmica envolvendo o casal de atores Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank e o Deputado Federal Jair Messias Bolsonaro (PSC/RJ).

Mas quem achou que essa foi a única polêmica ocorrida no evento envolvendo o parlamentar, errou! Outra confusão ocorreu e, dessa vez, envolvendo um lutador, o mineiro Paulo Henrique Borrachinha.

O jovem atleta, de 26 anos, vem dando o que falar desde que estreou no UFC.

Publicidade
Publicidade

Na noite de sábado, o lutador garantiu a sua segunda vitória pela liga, sendo essa também a sua décima vitória em campeonatos de Artes Marciais Mistas (MMA).

Em sua primeira luta pela liga que aconteceu em Fortaleza, CE, ao ser entrevistado no octógono, o atleta gritou 'Bolsonaro 2018', em um claro apoio à possível candidatura do parlamentar à presidência da República.

Porém, na luta de sábado, isso não aconteceu, e não foi por vontade do lutador.

Acontece que, dessa vez, a tradicional entrevista realizada no ringue não foi feita com Borrachinha. O mineiro foi o único lutador a não ser entrevistado. Isso gerou uma onda de revolta nos torcedores do lutador e nos apoiadores de Bolsonaro. Eles acusam o evento e, sobretudo a #Rede Globo, de censurar o atleta.

Em suas redes sociais, os filhos de Bolsonaro também criticaram o acontecido.

Publicidade

"Galera, o Borrachinha foi o único vencedor do UFC 212 que não pôde falar. Vamos falar por ele: #somostodosbolsonaro", escreveu Eduardo B.

"Parabéns pela vitória, @BorrachinhaMMA. Globo tá feião pra vocês! Sem necessidade fazer isso com um vencedor! Nem entrarei em detalhes..." , escreveu Carlos B.

Supostamente censurado pelo campeonato e pela Globo, o lutador pôde agradecer e falar à vontade em suas redes sociais.

"Mais uma vitória, seguimos invicto 10-0 com mais um nocaute. Infelizmente não deu pra agradecer a todos e falar tudo que eu gostaria. Dedico meu trabalho e vitória ao Deus Verdadeiro, Senhor da Guerra e Todo Poderoso. #VaiBorrachinha, #RumoAoTop10, #Bolsonaro2018 ", escreveu o atleta.

O lutador ainda fez questão de compartilhar um vídeo de sua luta feito por #Jair Bolsonaro. O vídeo acabou viralizando na internet.

Borrachinha venceu por nocaute o lutador americano Oluwale Bamgbose e segue invicto no combate na categoria peso-médio.