O repórter da #Sportv Rodrigo Albornoz [VIDEO] faleceu na noite desta quarta-feira (7). Ele lutava contra um câncer raro e infelizmente seu estado de saúde foi se agravando cada dia mais.

Natural de Santana do Livramento (RS), o #Jornalista esportivo trabalhou em rádios do Grupo Bandeirantes e na Rádio Gaúcha. Em 2010, recebeu uma ótima notícia ao ser aprovado num processo seletivo (Passaporte SporTV) para se juntar à equipe do canal de TV por assinatura da Globosat.

Ele participou de vários eventos, como a cobertura da Copa de Mundo na África do Sul, sendo efetivado pela emissora, logo após o término do evento, devido seu excelente trabalho.

Publicidade
Publicidade

Mesmo tendo recebido a péssima notícia de estar com câncer, o repórter ainda participou da cobertura dos Jogos Olímpicos de 2016, que aconteceram no Rio de Janeiro.

Em abril deste ano, ele teve uma piora do quadro de saúde. O câncer, detectado com sarcoma, acabou se espalhando pelo corpo e ele precisou de uma internação urgente.

Foi necessária a retirada de um pulmão, o que o desestabilizou e o deixou com a saúde mais frágil. Foram diversas cirurgias num hospital do Rio Grande do Sul. Na segunda-feira (5), ele atingiu momento mais crítico do seu tratamento e as complicações aumentaram levando ao seu falecimento.

Tristeza

O jornalista tinha 30 anos e também era músico. A sua namorada, a jornalista Easmine Bopsin, comentou que ele era namorado, amigo, companheiro, eterno amor. Ela citou a difícil luta contra doença.

Publicidade

Agora ele está descansando na paz divina, comentou Easmine.

O canal SporTV publicou uma nota de pesar e disse que o repórter sempre mostrou grande otimismo e muita esperança em sua recuperação. Nesta quinta-feira (9), está sendo realizado o velório e o enterro será no final do dia, em Porto Alegre.

Foi Rodrigo Albornoz quem levou aos brasileiros a emoção da conquista da medalha de ouro pelo boxeador Robson Conceição, que seria a primeira do país na modalidade.

Alegria

O canal SporTV falou sobre a alegria e o sorriso do repórter que contagiavam as pessoas. Ele sempre foi muito otimista e fazia amizade com muita facilidade.

Rodrigo foi estudante da Famecos/PUCRS (Faculdade de Comunicação Social da Pontifícias Universidade Católica do Rio Grande Do Sul) e chegou a dar um depoimento ao site da faculdade explicando sobre as suas motivações e o que o levou a conquistar os seus objetivos, sempre falando com muita humildade e demonstrando que tudo foi conseguido com persistência.

Ele afirmava que jornalista não deveria ser visto como celebridade, pois não é artista, mas um porta-voz de notícias. #Morte