A polêmica separação de Luiza Brunet e Lírio Perisotto ganhou mais um capítulo nesta terça-feira (06), após o empresário ser condenado por #agressão. Esse novo capítulo causou comentários nas redes sociais, pois internautas consideram a pena "fraca" para o tipo de agressão.

Nos próximos dias, a atriz e o milionário terão que apresentar testemunhas na Justiça de São Paulo em um segundo processo movido pela mãe de Yasmin Brunet. Luiza quer que seja reconhecida e anulada a sua união estável de cinco anos com Lírio, fato que é negado pelo empresário. Esse processo, vale lembrar, é outro e não está envolvido com o de agressão.

Publicidade
Publicidade

Luiza vai ter que provar

O advogado de Luiza, Pedro Egberto da Fonseca Neto, relatou ao site O Globo que a partilha dos bens só pode ser feita caso fique comprovado que Luiza e Lírio, de fato, moravam juntos.

Se for comprovado que a mãe de Yasmin Brunnet e o empresário viveram em união estável, os bens serão divididos.

Ao que tudo indica, este não será um processo fácil, já que a defesa de Perisoto alega veemente que os dois tiveram uma relação eventual. O advogado de Lírio afirma ainda que Luiza só quer dilapidar o patrimônio do empresário.

Lírio também acusou Luiza de agressão

Segundo Lírio, Luiza também o agrediu em um passeio de barco, causando um ferimento de 10 pontos no braço. Lírio alertou ainda: "cuidado com os prejulgamentos, ela é muito agressiva e é uma criatura hipócrita".

O empresário disse em rede social que Luiza é mentirosa, referindo-se ao fato de ser acusado por "quebrar um dedo" da atriz.

Publicidade

Nesta agressão porém, Perisotto foi absolvido.

O milionário acrescentou, nessa mesma postagem, que não considera a agressão de Nova Iorque grave. Obviamente, ativistas dos movimentos de proteção a mulher se manifestaram nas redes sociais, e mais uma vez as declarações de Lírio virou polêmica na web.

Lírio encerrou a publicação afirmando que a verdade prevalecerá e que ele recorrerá da decisão judicial.

O empresário ressaltou ainda que sua indignação não é por ter que prestar serviço comunitário, mas pelo fato de Luiza ter conseguido vitória judicial, já que, segundo ele, a atriz estaria mentindo.

Luiza também usou a rede social para comemorar a decisão da justiça e afirmou que continuará na militância em prol das mulheres que são agredidas por homens. A atriz encerrou sua postagem alertando às mulheres sobre a importância de falar o que pensam e o que vivenciaram. #Lirio Perisotto #Luiza Brunnet