Publicidade
Publicidade

Samara Felippo é uma das atrizes mais conhecidas do país. Ela foi revelada na novelinha teen 'Malhação' e, rapidamente, acabou tendo oportunidades em outras produções. Recentemente, Samara Felippo esteve na primeira fase de 'Os Dez Mandamentos' interpretando a mãe de Moisés. Na vida real, a história envolvendo a sua bebê é o que emocionou muitos internautas nesta sexta-feira (30). Samara falou sobre a separação do ex-marido e também sobre o segundo parto. Felippo disse que o nascimento de sua filha, Lara, trouxe a ela uma tristeza profunda e que isso não foi fácil de controlar. A garotinha acabou ficando prejudicada, já que não podia nem mesmo mamar.

Publicidade

A amamentação de Lara foi interrompida quando ela tinha apenas um mês de idade.

Samara Felippo relembra separação e depressão pós-parto

De acordo com a atriz, o nascimento de Lara acabou concomitando com o seu divórcio do ex-jogador de basquetebol Leandrinho. Os dois já eram pais de Alícia, hoje com 8 anos de idade. Sem Leandrinho e com duas crianças pequenas para criar, Felippo teve uma "tristeza profunda". A profissional da dramaturgia diz que sabe que outras mães enfrentaram até situações piores, mas que a parte mais complicada foi ela saber que Lara não poderia mamar mais. Felizmente, a garotinha venceu e hoje está forte, tendo três anos completos. Ela ainda lembrou que a situação também não foi fácil para Alícia. Com apenas 4 anos, a garotinha tinha que lidar com a separação dos pais, o nascimento da irmã e a depressão da mãe famosa.

Publicidade

Samara Felippo revela como superou tristeza e hoje se diz uma mulher forte

Felippo diz que tinha sua mãe por perto e amigas, mas que apenas ela mesmo poderia ajudá-la naquele instante. Ela precisava ser forte e tirar energia de onde nem sabia. A atriz ainda aproveitou para lembrar que as crianças necessitam de uma amamentação continuada e que quando isso não ocorre doenças oportunistas podem aparecer. Samara ainda fez coro por partos naturais. Infelizmente, pesquisas mostram que as mulheres brasileiras preferem a cesárea, mas essa técnica acaba trazendo mais riscos para a recuperação da mãe e também do bebê.

Para a atriz, o medo da dor do parto natural, não pode ser maior do que a razão de ter um filho nascendo com uma saúde 100%. #Samara Felippo ainda termina o seu desabafo de maneira otimista e com uma mensagem positiva. "Você é você e cada uma tem sua dor, sua experiência. Sejam felizes", escreveu ela na rede social.

Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de temas relevantes. #novelas