O processo de delação premiada do empresário Joesley Batista, dono da empresa JBS, uma das maiores companhias do setor alimentício na venda de carnes de todo o mundo, acarretou sérios problemas para a esposa do mega empresário, a apresentadora Ticiana Villas Boas. A apresentadora e jornalista foi afastada da terceira edição do reality show Bake Off Brasil, do Sistema Brasileiro de Televisão (SBT).

O que mais causou indignação entre os integrantes da família do empresário e apresentador #Silvio Santos, dono de uma das maiores emissoras de televisão do país, é o fato de sua filha, Patricia Abravanel, ter sido mencionada e envolvida nos escândalos que envolvem a JBS, a partir da divulgação de trechos do acordo de #Delação premiada de uma dos funcionários da empresa líder no setor alimentício, Ricardo Saud.

Publicidade
Publicidade

Saud é diretor do grupo JBS, empresa de Joesley Batista, marido de Ticiana Villas Boas.

Propina milionária negociada em jantar

De acordo com a divulgação de trecho do acordo de delação premiada de Ricardo Saud, a apresentadora Patrícia Abravanel, filha do empresário Silvio Santos, teria participado ao lado de seu esposo, então noivo à época, Fábio Faria, para que se implementasse a negociação de um repasse de uma quantia milionária de propina, no valor aproximado de R$ 10 milhões. O jantar teria acontecido na residência de Joesley Batista e Ticiana Villas Boas, na capital paulista, com o intuito de se arrecadar fundos para as campanhas eleitorais de Fábio Faria e de seu pai Robinson Faria, durante o ano de 2014. O então noivo de Patrícia, se reelegeu deputado federal e seu pai Robinson, governador do estado do Rio Grande do Norte, naquele período.

Publicidade

Fabio e Patrícia se casaram neste ano, no mês de abril.

Ricardo Saud relatou em sua delação premiada, que o grupo do empresário Joesley Batista tinha interesse na privatização da companhia de água e esgotos do Rio Grande do Norte, conforme vídeo divulgado pela Procuradoria-Geral da República, no último dia 19. Saud afirmou que "estava sendo montada uma empresa de concessões de água e esgotos, assim como havia sido feito no estado de Santa Catarina, por meio do governador Raimundo Colombo", ressaltou o empresário no vídeo. Ainda segundo Saud, "aquele havia sido um jantar muito elegante, já que Fábio Faria estava com sua esposa, Patrícia Abravanel, filha de Silvio Santos e nos com nossas esposas, para tratar de propinas".

A família Abravanel foi contundente em considerar que a divulgação do conteúdo fornecido pelo diretor Ricardo Saud foi prejudicial à Patrícia, justamente num período crucial de sua carreira, em que ela assume um programa num dos horários mais competitivos da televisão brasileira. Já nos bastidores do SBT, as apostas são de que Ticiana Villas Boas não voltará mais a integrar os quadros da emissora.

#celebridades