Não é novidade que #Anitta está alçando voos internacionais. Ao lado do colombiano Maluma, a funkeira fez sucesso com "Sim ou Não". Já com a australiana Iggy Azalea, a morena gravou “Switch”.

Na semana passada, surgiram rumores de que o novo parceiro da cantora será o canadense #Justin Bieber. A notícia ainda não foi confirmada por nenhum dos dois, mas os fãs de ambos ficaram em verdadeiro êxtase quando viram que Bieber começou a seguir Anitta no Twitter, nesta quinta-feira (6).

Quem dá as informações é o jornalista Flávio Ricco, colunista do UOL. De acordo com ele, as negociações para o dueto com o astro teen já estão bastante adiantadas.

Publicidade
Publicidade

Apesar da assessoria de imprensa de Anitta negar os rumores, segundo o jornal Extra, em março deste ano, época em que o cantor esteve por terras brasileiras, havia sido alugado um estúdio em Copacabana para a gravação do hit, mas, infelizmente, isso não ocorreu.

Entretanto, as especulações voltaram à tona nos últimos dias e, ao que tudo indica, a parceria está realmente prestes a ser firmada.

Outro indício disso é que a cantora brasileira andou se encontrando com John Shahidi, sócio de Justin Bieber, e fundador do "Shots", aplicativo que proporciona o compartilhamento de selfies e vídeos. Os encontros obviamente foram clicados e compartilhados nas contas do Instagram de ambos.

Tantos os fãs de Anitta, quanto os Biliebers, como são chamados os fãs de Justin, agitaram a web com a possível novidade.

Publicidade

"Que felicidade! Espero que venham boas notícias por aí", comentou eufórica uma usuária. Já, conforme os comentários de outra, não há como sair uma música ruim dessa parceria. Uma terceira, ainda mais fanática pelos astros comentou: "Eu vivi para ver essa parceria nascer! Ansiosa!”.

Há pouco mais de um mês, Anitta lançou o clipe de seu novo sucesso "Paradinha", que, em menos de 24h alcançou mais de 6 milhões de visualizações. Hoje o vídeo já conta com 65 milhões de views.

Já Justin está rodando o mundo com a turnê "Purpose", quarto álbum lançado pelo cantor, em 2015. Em março, movimentou milhões de fãs em suas apresentações pelo país.

Sempre envolvido em polêmicas, o cantor canadense teve que prestar contas à Justiça brasileira na época, em razão das pichações que fez há quatro anos, quando também se apresentava no Brasil. O caso foi encerrado mediante o pagamento de R$ 20 mil de fiança, valor que foi doado ao INCA (Instituto Nacional do Câncer).

Então, alguém tem dúvida de que, caso a parceria realmente ocorra, será um verdadeiro sucesso? Deixe sua opinião no espaço para comentários.