A Globo está bastante animada com o enorme sucesso da novela “A Força do Querer”, escrita por Gloria Perez, que revelou muitas reviravoltas em sua trama.

Outra pessoa a entregar novidades da novela foi Fabiana Escobar, apelidada como a #Bibi Perigosa da vida real. A Baronesa do pó, como também é conhecida, revelou em uma entrevista ao site de notícias UOL que um personagem da novela irá morrer de forma trágica: “O Sabiá vai morrer. Já estou até com pena (risos)", segunda a Baronesa, o traficante morreu na vida real, após uma troca de tiros com a polícia.

O traficante Sabiá, que na novela é interpretado por Jonathan Azevedo, foi o chefe do tráfego nos anos 2000.

Publicidade
Publicidade

O bandido comandava a Boca na Rocinha e chamava muita atenção com o uso exagerado de muitas pulseiras e cordões de ouro.

Juliana Paes ganha dicas da Bibi Perigosa da vida real, Fabiana Escobar

Fabiana Escobar foi a fonte de inspiração da autora Gloria Perez, ao criar a personagem Bibi, vivida por Juliana Paes, que após seu marido, Rubinho (Emilio Dantas), assumir que faz parte de uma quadrilha de tráfico de drogas, acabou entrando, dia após dia, cada vez mais no mundo do crime.

Fabiana foi casada com Saulo de Sá da Silva, conhecido como Barão do Pó da Rocinha, daí o apelido da morena, Baronesa do pó. Fabiana largou a faculdade (da mesma forma que bibi) para viver com o marido, em um casamento que durou 11 anos.

O Barão do Pó está preso desde janeiro de 2008. Na ocasião, o bandido caiu em uma armadilha da polícia em uma operação na favela da Rocinha.

Técnica de sucesso de Gloria Perez e carreira vitoriosa da autora

A novela “#A Força do Querer”, de Gloria Perez, está batendo recordes de audiência, de acordo com o site de notícias Otvfoco, a novela só perde em índices de ibope para a trama “Avenida Brasil”, de João Emanuel Carneiro, exibida em 2012.

Publicidade

De lá pra cá, a #Globo amargou inúmeras quedas, porém, Gloria conseguiu alavancar novamente os índices da emissora. Nada de se espantar, vindo de uma autora que já ganhou inúmeros prêmios, dentre eles o Emmy Internacional, em 2009, com Caminho das`Índias, como a melhor telenovela.

Um fato que chamou muito atenção foi que a autora revelou que não necessita de outros autores como auxiliares na elaboração da trama. Gloria afirmou que escreve diariamente mais de quarenta páginas da história, pois é o número mínimo exigido pela emissora diariamente.

Ao contrário do que aconteceu com a novela “Avenida Brasil, que contou com vários autores auxiliando o autor principal da obra. Ponto para Glória, que mostra ser uma escritora excepcional.