Nesta quarta-feira (5), o mundo perdeu um dos seus maiores compositores e o precursor da música eletrônica. O artista tinha 89 anos e faleceu no ano em que completaria seu nonagésimo aniversário. A notícia do falecimento de Pierry Henry foi dada pelos mais diversos portais de notícias do planeta. "Morreu nesta noite. Ele completaria 90 anos em 9 de dezembro", anunciou Isabelle Warnier, sua auxiliar e amiga da família. Aqui no Brasil, o portal de notícias G1 chegou a colocar a informação em sua primeira página, mas isso não agradou tanto os internautas.

Morre Pierry Henry, um dos maiores músicos da França

Mesmo os leitores conhecendo um pouco mais do trabalho de Pierry Herny, alguns questionaram o fato da notícia ter sido dada com destaque.

Publicidade
Publicidade

Muitos aliaram o fato do músico ter sido precursor da música eletrônica com possíveis drogas ingeridas, que nada tem a ver com o motivo de sua #Morte, que, como mencionamos, aconteceu na velhice do artista. Um dos internautas que comentou a matéria do G1, no entanto, chegou a dizer que Pierry teria um suposto elo com o demônio pelo suposto uso de ecstasy, uma droga que costuma ser usada em baladas.

Veja abaixo um dos posts do internauta que acabou repercutindo na web:

Muitas pessoas ficaram revoltadas com o rapaz, que usou o portal de notícias da Globo para criticar o artista, dizendo que ele iria para o inferno agora que faleceu. "Nossa, como você pode dizer um absurdo desses?", chegou a questionar um internauta na discussão.

Publicidade

A carreira de Morre Pierry, o avô do tecnoeletrônico

Pirrey era muito amado pelo público e também por outros artistas, já que ele era uma referência no tecnoeletrônico. Ainda na década de 1930, com nove anos de idade, ele entrou em uma escola conservatória, onde aprendeu música. Ele gostou tanto da arte que começou a trabalhar coisas como o improviso e ruídos. Na década de 1950, decidiu fundar um grupo que tinha como principal objetivo estudar música e criou o chamado "piano preparado", que tem várias cordas envoltas de objetos diversos e uma caixa que amplia o som de maneira separada. Desde então, foram muitos os álbuns nesse estilo lançados por Pierre Henry.

Veja abaixo uma foto do cantor Pierre Henry, um grande músico internacional que nos deixou aos 89 anos com uma obra muito vasta.

Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de temas diversos. #Famosos