Publicidade
Publicidade

Mayara Amaral tinha toda uma vida pela frente. Aos 27 anos, ela era cantora, musicista e impressionava com tanto talento em suas apresentações no palco e também na internet. Formada e com mestrado em música, Mayara era uma bela mulher, que teve sua vida interrompida por um encontro amoroso. O crime contra ela ocorreu no Mato Grosso do Sul, mas chocou o Brasil inteiro. Pelo menos três pessoas já foram presas por terem praticado a ação.

Cantora Mayara Amaral é morta a marteladas no Mato Grosso do Sul

A versão oficial da polícia é de que Mayara teve um encontro amoroso com um homem. Os dois foram para o motel e no local ela foi obrigada a transar também com um outro rapaz.

Publicidade

Eles a mataram na região conhecida como 'inferninho' e, ao deixarem o local, jogaram o contro da multi instrumentista no meio do mato. Ainda deu tempo dos criminosos jogarem jogo no corpo, que foi parcialmente carbonizado, mas não o suficiente para o difícil reconhecimento do rosto de Mayara Amaral, uma moça tímida e com talento único. Ela contaria neste domingo (30), em almoço com os pais, que havia sido aprovada no curso de doutorado.

Caso Mayara Amaral: Família contesta versão de namorado assassino e fala de estupro e feminicídio

Em entrevista ao jornal 'Folha de São Paulo', a jornalista Pauliane Amaral, contesta que sua irmã tenha tido um caso amoroso com um dos seus assassinos. Para ela, infelizmente, a musicista teria sido estuprada e depois morta em um crime de ódio contra a mulher, o feminicídio.

Publicidade

"É um dor muito grande, muito imensa, incomensurável. Infelizmente, vou ter que carregá-la no meu peito", disse Pauliane à 'Folha'.

Mayara Amaral enviou mensagem de socorro antes de ser morta

Após não conseguir mais contato com a filha, que mora em uma espécie de república de mulheres, a mãe procurou pelas garotas que moram com ela. Uma das amigas informou que um ex-namorado da cantora estaria fazendo ameaças à ela. Mayara também enviou mensagens pedindo socorro e dizendo que o ex-companheiro era completamente louco e a estava perseguindo.

Pouco depois, o celular dela foi desligado. A família confirmou que o pai fez o reconhecimento do corpo, que só tinha parte da mão e do pé. A confirmação final veio através de um exame de DNA. Luiz Alberto Barros, de 29 anos, baterista que tocava com Mayara, e seu atual namorado, é apontado como um dos autores do crime.

Veja abaixo uma foto da cantora mostrando o seu belo trabalho no mundo das artes e emocionando muita gente:

#Entretenimento #Famosos