A Polícia do Rio de Janeiro prendeu nesta quinta-feira (6), na região norte da capital fluminense, um homem que teria participado de um tiroteio de verdade em meio à uma gravação da chamada 'Supersérie' da Rede Globo de Televisão, a novela das onze 'Os Dias Eram Assim'.

Diego Paula Jordão teria sido o homem que invadiu as gravações do folhetim global, em Deodoro, no Rio de Janeiro. Por sorte, nenhum dos atores ou equipe da novela ficaram feridos. No momento do incidente, cerca de 100 pessoas participavam das gravações, que contavam até com o auxílio de fuzis cenográficos. De acordo com as informações, além do confronto, também houve perseguição, e os bandidos seguiram carro até a Avenida Brasil, na altura da Vila Militar, onde abandonaram o veículo e seguiram caminhando.

Publicidade
Publicidade

O incidente aconteceu no dia 27 de junho, mas voltou à tona por conta da prisão de Diego Paula Jordão, noticiada nesta sexta-feira (7), por sites como o portal de notícias UOL.

Prisão após confusão em novela da Globo ocorreu graças a exame de papiloscopia

Em entrevista ao UOL, a delegada que investiga o caso, Marcia Lopes, informou que a prisão ocorreu graças a um exame de papiloscopia feito no acusado. O exame constatou a presença de três digitais diferentes encontradas no carro que participou da ação no set de filmagem de '#Os Dias Eram Assim'. Duas das digitais eram dos próprios policiais. A terceira seria de Diego, que acabou sendo preso em Anchieta, também no Rio de Janeiro. O acusado já tinha uma acusação contra roubo e as características físicas dele batiam com os depoimentos dos agentes da lei que participavam da empreitada.

Publicidade

'Os Dias eram Assim': Elenco da Globo fica em meio a fogo cruzado

Diversas testemunhas ainda acabaram revelando que o acusado era mesmo o homem que já tinha as acusações no currículo criminal. Diego teria atirado contra uma guarnição da Polícia Militar, antes de sair em fuga. Os policiais seguiram atrás dele. A perseguição passou pela gravação de 'Os Dias Eram Assim' e toda a equipe da novela acabou ficando sob o fogo cruzado. Felizmente, ninguém ficou ferido. No dia da confusão, dois atores importantes participavam da gravação, Gabriel Leone e Barbara Reis. Na hora em que aconteceu o momento criminal, o elenco gravava uma cena de briga em manifestação. A novela retratava um protesto que pedia as 'Diretas Já', que foram as eleições diretas para presidente.

Gabriel Leone é estacado a tiros em gravação da Globo

Em entrevista sobre o assunto, Gabriel comentou o fato de ter sido estacado a tiros em plena gravação de uma novela. Ele disse que acabou se escondendo atrás de um carro e revela que o clima de terror, infelizmente, é uma constante da cidade do Rio de Janeiro. #Entretenimento #Famosos