A morte do cantor Chris Cornell voltou novamente à tona esta semana. Em primeira mão, o site norte-americano TMZ revelou uma série de imagens que mostram como era o quarto de hotel onde o cantor se encontrava e dão a ideia de como ele tirou a própria vida. O astro se enforcou no banheiro de um quarto de hotel em Detroit, Estados Unidos, instantes após apresentar-se em um show, no último dia 18 de maio. Ele tinha 52 anos.

Em uma das fotos é possível ver frascos de medicamentos como omeprazol, prednisona e lorazepan. Em outras imagens é mostrado o equipamento de ginástica utilizado por Chris para se enforcar, rastros de sangue pelo chão e detalhes da porta onde Chris amarrou o equipamento de ginástica e se matou.

Publicidade
Publicidade

Recentemente, um áudio divulgado pela polícia relata que funcionários do hotel, ao perceberem o que estava ocorrendo, tiveram dificuldade em salvar Chris já que ele estava pendurado do lado de dentro da porta do banheiro e amarrou o equipamento de exercícios na parte de cima da porta. Além da morte por enforcamento, a autópsia realizada no artista também mostrou a presença de vários tipos de drogas em seu sangue.

Considerado um dos ícones do rock grunge, #Chris Cornell surpreendeu a todos com a sua atitude, principalmente a esposa, Vicky Cornell, com quem mantinha um relacionamento de 13 anos. Ela disse por diversas vezes que Chris era um marido e pai dedicado e que fazia planos para passar os próximos dias com a família. Vicky ressaltou, no entanto, que o marido atualmente fazia uso de medicamentos fortes.

Publicidade

Vicky Cornell foi a última pessoa que falou com Chris antes dele se suicidar, segundo o site TMZ. O portal divulgou há algumas semanas parte da conversa telefônica feita pelo casal naquele 18 de maio. Por telefone, ela tentou conter o artista, que estava chateado porque teve problemas com os equipamentos de som do show que acabara de realizar. Ao constatar que a voz do marido estava com uma entonação diferente ela chegou a perguntar o que ele havia tomado e Chris foi enfático: "Tomei dois Ativan (medicamento para ansiedade), pois precisava ficar calmo". Porém, ao sentir que a alteração na voz do marido era muito grande e que ele estava extremamente alterado, Vicky Cornell pediu que um segurança do hotel onde Chris estava hospedado fosse imediatamente até o quarto do artista pois temia pela vida dele. Infelizmente os funcionários do local não conseguiram chegar a tempo de evitar o pior. Entre as bandas que Chris Cornell fez parte estão 'Audioslave', 'Soundgarden' e 'Temple of the Dog'. #rock #Suicídio