Não espere que Christopher Nolan produza qualquer filme para a #Netflix. Em uma entrevista, o diretor de Dunkirk diz que escolhe não trabalhar com Netflix sobre o que ele vê como "uma aversão bizarra" ao apoio a #Filmes teatrais. A insistência do serviço de streaming em lançamentos online e teatrais simultâneos é "insustentável", diz Nolan, e parece estar sendo usado como uma espécie de "alavanca contra o encerramento dos cinemas". A abordagem da Amazon, onde dá aos teatros uma corrida de 90 dias antes da transmissão, é "perfeitamente utilizável" em sua opinião - por que não ir com isso?

A posição não está exatamente saindo do campo esquerdo.

Publicidade
Publicidade

Como Quentin Tarantino, Nolan é um firme defensor do filme e da clássica experiência de cinema. Ele quer filmes como Dunkirk para "fazer você se sentir como se estivesse lá", e para ele isso significa uma versão teatral. "Você não vai entender isso em sua TV", ele afirma. Isso é discutível (não é difícil obter uma TV grande, e assistir filmes Blu-ray em casa diz Nolan), mas é fácil entender a lógica. E é importante ressaltar que este não é um amargo ressentimento contra a Netflix. Para Nolan, é apenas uma questão de a empresa de internet fazer um investimento "mais admirável" em projetos de filmes do que agora.

O problema, é claro, é que é improvável que a Netflix seja influenciada pelos argumentos da Nolan, por mais que sejam matizados. Ele vê principalmente lançamentos teatrais como a adição de prestígio ao seu negócio de transmissão, particularmente quando os torna elegíveis para prêmios.

Publicidade

Onde Nolan está interessado em maximizar o impacto dramático de seu trabalho usando um formato "ideal", a Netflix está amplamente interessada em tornar seus projetos acessíveis a tantas pessoas possíveis. Esses são objetivos freqüentemente contraditórios e é improvável que as duas partes agitem a mão, a menos que uma delas tenha uma mudança de coração.

Tendo em vista que cada vez mais cresce o número de adeptos ao mundo do "streaming" da Neflix, poderemos ver uma queda do número de pessoas indo para o cinema ou isso nunca irá ocorrer?

Bom, são perguntas que só o tempo poderá nos dizer, pois com esse crescimento de "streaming" de filmes Netlix e Amazon, teremos que ver como o cinema irá reagir. Neste universo globalizado ,a tecnologia tem aproximado cada vez mais o público do "pré-lançamento". #Famosos