Uma mãe está furiosa que #Jeremy Meeks tenha conseguido uma carreira de modelo bem sucedida depois que sua gangue matou seu filho adolescente. Carmela Castillo levantou sua voz contra o homem que está sendo chamado de 'criminoso mais sexy do mundo'. Ele ganhou esse apelido, quando foi preso e chamou todas as atenções por suas tatuagens, corpo bem tonificado e olhos claros vibrantes. Meeks fazia parte de uma gangue da Califórnia, EUA, a Crips, que foi considerada a responsável pelo assassinato de Eric, então um adolescente de 15 anos, que estava jogando basquete, na rua. Entretanto, Meeks foi liberado da cadeia e está fazendo sucesso, entre os #Famosos.

Publicidade
Publicidade

Aos 33 anos, ele é casado e pai de dois filhos, mas está reiniciando uma carreira na moda. Aliás, pelas notícias mais recentes, essa vida mais social até já provocou o rompimento do seu casamento, que oito anos depois, parece estar chegando ao final, depois que o modelo foi flagrado, com uma bela mulher. Antes de ser preso, ele já era modelo, mas estava longe de ter todo esse sucesso. Foram suas fotos de prisioneiro, de fato laranja, que chamaram todas as atenções e, após cumprir 27 meses de cadeia, ele recomeçou uma vida de luxo.

Assim que saiu da cadeia, não pararam as propostas para desfiles e nesta sexta-feira, ele até foi fotografado para a Forbes. Jeremy Meeks também tem estado em todos os eventos, entre os famosos, e sua beleza e fama de rebelde, está lhe trazendo todo o sucesso.

Publicidade

Carmela Castillo, a mãe de Eric, não está aceitando nada bem essa fama de um dos homens, que esteve envolvido na morte do seu filho inocente. Eric foi baleado três vezes em setembro de 2004 pelo membro da gangue Crips, David Lewis, a mesma quadrilha que Meeks estava afiliado. Lewis, de 17 anos, foi condenado a 142 anos e quatro meses de prisão por ter matado Eric. Embora o adolescente tenha sido assassinado há mais de uma década, a memória dolorosa é renovada sempre que a mãe vê o nome de Meeks nas manchetes como uma celebridade.

"Não entendo por que esse homem parece estar sendo recompensado. Isso me deixa muito brava", contou Carmela, em declarações para o jornal Mirror, quando explicou como foi o assassinato do seu filho: "A gangue entrou em linha e começou atirando. Meu filho estava no caminho, jogando basquete. Eric empurrou sua namorada para o chão e foi baleado três vezes. Ele morreu instantaneamente".

Carmela Castillo revelou ainda que tem dúvidas que Meeks esteja mesmo fora dessa gangue, até porque quando isso acontece, muitas vezes, eles correm risco de vida.

Publicidade

A verdade é que Meeks mantém as suas tatuagens dedicadas a essa gangue, com as palavras 'Crip Life' em seus antebraços e as letras 'NC' em seu pescoço, que significa Northern Crips. Ele também tem uma tatuagem de uma lágrima sob seu olho esquerdo, que muitas vezes se relaciona com a matança de gangues.

#Crime