Não se sabe ainda ao certo, mas pelo que tudo indica Barack e Michelle Obama não irão protagonizar o fim clássico das histórias de amor, isto é, não viverão felizes para sempre, pois conforme os últimos acontecimentos lançados ao grande público pela mídia, ambos estão na fase final de separação conjugal.

Sim, é isso mesmo! Conforme o testemunho de pessoas mais próximas ao ex-“Casal 20”, que até a bem pouco tempo atrás ocupava o poder frente à nação mais poderosa do mundo, os #Estados Unidos, disseram que #Barack Obama tem o objetivo concreto de pedir o divórcio de sua esposa Michelle; com quem gerou duas filhas.

De acordo com informações mais recentes veiculadas pelo conhecido portal de notícias norte-americano, “Radar Online”, nesse momento em que Obama saiu de diante dos holofotes, uma vez que deixou o poder na Casa Branca, em Washington, o homem parece ter desistido, ou não vê que seja mais necessário deixar transparecer diante do mundo que ele é o eterno “maridinho amável”.

Publicidade
Publicidade

Não foi à toa que Barack deu, o que pode ser chamado na linguagem popular, como um famoso chega pra lá em Michelle, na medida em que “sumiu” do dedo anelar da mão esquerda com a aliança, símbolo maior da união matrimonial.

Pelo que tudo indica Obama deixou claro que percebeu de uma vez por todas, que é bastante “vantajoso” para um homem com o status de ter sido um dos presidentes mais influentes dos Estados Unidos, como é o caso dele, ser ou estar vivendo dias de solteirice.

Tanto é assim, que dias atrás, Obama foi visto se esbaldando em uma festa realizada na Ilha Necker, no Havaí e que foi bancada pelo arquimilionário Richard Branson, proprietário da empresa aérea “Virgin”.

Algumas pessoas que estavam presentes no evento disseram ter ouvido a seguinte frase de Obama: "Isso, sim, é vida!", em razão de que ele estaria sem a presença de Michelle, que no ano de 2013 foi tida pela revista “Time” como uma das personalidades femininas mais influentes do mundo.

Publicidade

Obviamente que a frase tem de ser analisada em um contexto bem maior, e isoladamente não prova coisa alguma.

Por outro lado, não faz muito tempo antes do atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump chegar à Casa Branca, especificamente em janeiro de 2017, que os funcionários em Washington escutaram gritos do casal Obama em que a palavra de ordem de Barack foi: "Acabou!".

O mesmo site de notícias dos EUA mencionado acima, revelou que Michelle concordou na separação, [VIDEO] mas desde que ela receba a ninharia de US$ 25 milhões no ato da assinatura do divórcio. #Casamento