O sertanejo #Eduardo Costa fez vídeo e postou em suas redes sociais sobre a polêmica desta semana envolvendo o seu nome em um áudio vazado na internet. Nele, o cantor conta que o áudio foi manipulado e a pessoa que divulgou a gravação só quis que o público ouvisse o que ele falou.

Porém, cortou o que uma moça chamada Monica, que estava conversando com o famoso e trabalhava em uma prefeitura da região, no interior de Minas Gerais, falou. O sertanejo conta que a mulher ofereceu para ele um trabalho de divulgação para as prefeituras da região. Depois de ouvir como isso aconteceria, Eduardo explica que fez a sua proposta para realizar o trabalho.

Publicidade
Publicidade

“A pessoa que me contatou para esse tipo de trabalho [Monica, que trabalhava em uma das prefeituras da região de Capitólio] queria me pagar um valor, que eu não quero falar aqui o valor que é, para eu fazer a divulgação de um loteamento ao qual ela me disse que todas as prefeituras [da região] estariam envolvidas.”, diz o cantor.

Ele explica que a moça chegou, primeiramente, com esse papo para ele. Então, de acordo com Eduardo Costa, ele, após ouvir o chamado, fez a sua proposta. Veja o vídeo:

“Eu disse que eu faria esse trabalho em troca de R$ 5 ou 6 milhões ou uma casa nesse valor [na região de Capitólio]. A casa eu queria que já estivesse pronta. E eu cobro pelo meu trabalho, qualquer pessoa cobra, eu sou artista. Mas se alguém quiser me contratar para comercial ou qualquer outro tipo de coisa, eu estou disposto desde que me paguem.

Publicidade

Eu vivo disso. Desde que seja em acordo comigo, eu estou disposto a fazer qualquer tipo de trabalho”, continua o sertanejo.

No mesmo vídeo, Eduardo Costa conta que de fato queria um pouco mais de segurança por parte da polícia em sua casa. Ele explicou que, inclusive, a sua residência na região da cidade já foi assaltada e os ladrões levaram alguns dos seus pertences – e até nadaram na piscina dele e depois levaram um galão de cachaça.

No mesmo vídeo, o cantor pede que os fãs não o julguem por ter ouvido apenas uma parte do áudio, mas, sim, que ouçam tudo. Ele contou que Capitólio e as cidades circunvizinhas são locais que ele adotou para viver com a família e jamais tentaria fazer qualquer coisa que denotasse gasto de dinheiro público para o seu próprio bem-estar:

“Eu sou uma pessoa honesta que trabalha desde os 12 anos de idade, hoje dependo somente da minha voz para viver”, explica o sertanejo. O áudio vazado, de acordo com Eduardo Costa, foi de uma conversa que ele teve com Monica há três ou quatro anos, mas que só veio a ser divulgado nas redes sociais nesta semana. #Famosos #Celebridades