Publicidade
Publicidade

A ex-BBB #Emilly Araújo, vencedora da mais recente edição do Big Brother Brasil, continua provando que não precisa "da casa mais vigiada do Brasil", da Rede Globo, ou dos seus colegas de confinamento para continuar causando polêmica.

A mais recente (no caso dela, nunca é seguro dizer a "última") dessas polêmicas tomou corpo com a disseminação pela internet de um vídeo em que ela, no fim de semana de 2 de julho, esteve no camarote do Villa Mix Festival Goiânia, na capital do estado de Goiás, e de lá teria chamado aos gritos uma mulher de "pobre".

Emilly, através de sua conta na rede social Twitter, comentou ontem sobre o caso.

Publicidade

Segundo sua versão do ocorrido, quando ela perdeu a cabeça depois de ter sido chamada de "pobre", e de ter recebido ofensas a ela e a sua famíia, segundo os relatos. Fato é que ofendida ou não, a ex-BBB, tanto fez que acabou até removida do local pelos seguranças. Entre as ofensas que Emilly diz que lhe foram dirigidas pela agressora, estão ter sido chamada de "verme" e a acusação de que ela pretende dar o "golpe da barriga" em alguém.

Segundo sua versão, Emilly então respondeu que não precisava dar golpe da barriga em ninguém porque ela já é rica, ao contrário da agressora, que é pobre. Em sua postagem, Emilly esclareceu que não acha que chamar alguém de "pobre" seja ofensa, que ela não se esqueceu de sua origem e se orgulha muito dela,e que não sabe qual é a origem de sua agressora, mas que ela deve ser pelo menos pobre de espírito para ir a um lugar público e ignorar o show que transcorria no palco só para xingar alguém.

Publicidade

A campeã do Big Brother, que foi vista no festival em Goiânia com um amigo do craque Neymar, admitiu ter errado em sua reação à situação (e que, inclusive, seus amigos e fãs presentes no local pediram-lhe para não reagir às provocações que lhe eram dirigidas), mas afirmou que não tem sangue de barata, que entende que é uma pessoa pública, mas que nem por isso é um robô destituído de sentimentos. Ela disse que, mesmo sofrendo ofensas de pessoas diariamente, ela sempre soube manter um silêncio digno, mas que a mulher que a ofendeu havia exagerado nas provocações e, consequentemente, ela, Emilly, tinha chegado ao limite do que poderia suportar sem ter reagido.

A famosa também pediu desculpas aos seus seguidores que possam ter se sentido ofendidos pelo comportamento dela e pediu a eles que não acreditem em versões distorcidas. Ela também explicou que leva uma vida simples, e gosta que seja assim, e que sua resposta sobre a suposta pobreza da agressora foi apenas uma tentativa de devolver a provocação da pessoa.

Além disso, ela agradeceu aos seguidores por defendê-la com "unhas e dentes" e aproveitou para filosofar um pouco afirmando que aqueles que estão nas trevas sentem-se incomodados por quem brilha - princípio geral que, deu a entender, explica a razão pela qual ela foi a vítima da agressão daquela pessoa. #BBB 17