A vida não anda fácil para #Fani Pacheco. A loira vem recebendo várias críticas dos seus seguidores sobre a sua forma física atual. Após declarar publicamente que tem depressão, Fani faz mais um emocionante desabafo nas #Redes Sociais. A ex-BBB resolveu contar que sofre de outra doença, conhecida na medicina como #Transtorno de Autoimagem.

Para mostrar como essa doença [VIDEO] afeta sua vida, a loira postou uma foto que chamou atenção. Na montagem, um lado mostra como ela está realmente, e do outro lado mostra como ela se vê quando se olha no espelho. A foto veio com uma legenda explicando aos seus seguidores como esse transtorno afetou sua vida desde quando ela era adolescente.

Publicidade
Publicidade

Na legenda, Fani diz que sofre muito com esse distúrbio e que a imagem acima mostra o que ela sente na pele. Ela fala que muitas vezes deixou de ir a festas por se achar feia e gorda e que sofreu bastante com depressão. A loira ainda ressalta a importância da família e de amigos em sua vida.

Esse distúrbio também chamado de Dismorfia Corporal, na verdade é um transtorno mental onde o afetado tem uma opinião doentia sobre seu próprio corpo, trazendo sofrimento e isolamento social do paciente. A ex-BBB conclui falando que fazer plásticas não resolve, porque é uma doença psicológica e não se trata de vaidade estética, e precisa ser tratada com quem realmente entende do assunto.

Recentemente, Fani Pacheco usou um dos seus perfis nas redes sociais para desabafar e amenizar as críticas recebidas por ter se assumido como modelo Plus Size.

Publicidade

A modelo falou sobre a liberdade da mulher e sobre seu canal no YouTube. "Algumas pessoas acham que criei o canal 'Fani Quebra Padrões', para aparecer novamente na mídia, mas trabalhei nele durante 10 anos. Outras pessoas, escreveram que eu engordei de propósito para ganhar fama, e que depois de gorda ainda virei feminista", afirma Fani.

Fani ressalta que as pessoas criticam antes mesmo de lerem a sua história. "Existem muitas matérias sobre minha vida espalhadas, existe livro, mas são poucos que realmente leem. Poucos sabem que desde o ventre eu venho quebrando padrões, pois devido às tentativas de abortos da minha mãe eu poderia nascer deformada", desabafa a loira.

Fani ainda conta que descobriu que sua mãe era esquizofrênica somente quando ela tinha 14 anos, e que aos nove anos cuidou de sua avó que sofria de câncer, quando aprendeu a ser forte e lutar pelo os direitos da mulher.

Por fim, a ex-BBB contou que resolveu perdoar sua mãe logo após compreender a doença que ela enfrentava. "Todo mundo tem histórias tristes, respeitem os outros", finalizou ela.