Chester Benninghton vai ficar fortemente marcado como um dos grandes nomes do “rock” mundial da última década, fazendo com que muitos milhões de jovens se convertessem e se identificassem com o estilo que, sobretudo na fase inicial, era completamente alternativo. Contudo, e tal como informa o site do jornal “Correio da Manhã”, as músicas apresentadas pelos #linkin park nos últimos anos, muito “pop” e comerciais, não estavam agradando nada esses fãs, que pediam urgentemente que Chester e seus músicos retornassem ao estilo que os fez alcançar o sucesso mundial.

Porém, esse descontentamento chegou mesmo a um limite tão extremo que, sobretudo nos últimos shows da carreira de Chester, o vocalista era literalmente atacado pelos próprios fãs quando cantava essas suas músicas mais “pop”.

Publicidade
Publicidade

Em um dos vídeos de um concerto da banda, no mês passado, que vazou e rapidamente se tornou viral, é possível ver Chester fugindo das garrafas que estavam sendo atiradas pelos fãs contra si, ao mesmo tempo que um grupo grande estava vaiando o cantor, enquanto cantava o novo single “Heavy”.

A situação foi tão perturbadora, e única na carreira de Chester, que foi o próprio cantor que, na sua conta oficial do “Twitter”, no passado dia 19 de junho, fez questão de desabafar acerca do assunto, como garante o site do jornal do “Correio da Manhã”. “Adorei ver as pessoas em mosh no In The End e depois a me mandarem para o car**** quando tocámos Heavy”, confessou de forma inesperada Chester Benninghton, ao mesmo tempo que muitos fãs, revoltados com esse momento, pediam desculpa pelo comportamento dessas pessoas na caixinha de comentários.

Publicidade

Mas teriam sido todas essas críticas dos seus fãs mais fiéis, acerca da música que o grupo americano decidiu fazer, que fez com que Chester entrasse em uma depressão profunda, levando a que ele tivesse se suicidado após se enforcar dentro da própria casa? A resposta parece ser ainda muito incerta, sendo que agora apenas os restantes membros da banda vão poder responder o que poderia haver de errado com o cantor de 41 anos de idade. Enquanto não há mais detalhes dessa enorme tragédia, que necessariamente está abalando o mundo da música, milhões de fãs estão usando as #Redes Sociais para confessar como Chester foi crucial na sua infância e adolescência, agradecendo muito o trabalho que ele deixou. Vale a pena recordar que, coincidência ou não, Chester acabou salvando milhares de jovens de um possível suicídio ou depressão, algo que o próprio nunca conseguiu realmente ultrapassar.

Confira o vídeo que está revoltando:

#show