A Rede Globo acabou tomando uma atitude extremamente "polêmica" e até mesmo inesperada, em relação a um dos assuntos que mais trazem audiência e telespectadores à maior emissora de televisão do país. Trata-se de uma das áreas que mais atraem a atenção do público brasileiro e responsável, muitas vezes, por ser papel de "destaque" da emissora da família de Roberto Marinho [VIDEO] perante o mundo; a teledramaturgia. A Rede Globo de Televisão [VIDEO] é reconhecida nacional e internacionalmente como um dos grandes polos televisivos na produção de telenovelas que passaram a ser conhecidas em todo o mundo.

Entretanto, uma crise vem envolvendo a emissora, em se tratando da produção de uma telenovela escrita por Aguinaldo Silva.

Publicidade
Publicidade

A próxima trama global que estava prevista para assumir o horário nobre da emissora, principalmente, através do horário das nove horas da noite, corre um sério risco. A previsão era de que a novela "O Sétimo Guardião" pudesse adentrar no horário nobre da emissora, já no início do próximo ano. Porém, alguns problemas acabaram culminando numa determinação considerada muito polêmica para a maior emissora do Brasil.

Determinação 'polêmica'

A #TV Globo se manifestou a respeito da trama e provável nova novela do horário das nove da noite, de Aguinaldo Silva, "O Sétimo Guardião". A emissora comunicou que a trama que estava prevista para estrear em 2018, deverá estar nas telinhas somente no ano de 2019. O motivo apresentado pela televisão da família Marinho, nada teria a ver com acusações de plágio dirigidas ao escritor Aguinaldo Silva, como parte de uma acusação feita por um dos roteiristas que seria integrante de sua escola.

Publicidade

Ao ser procurada pela imprensa, a Rede Globo ressaltou que, na realidade, o motivo para o adiamento para a estreia da novela na emissora, se deve a uma explicação um pouco "inusitada". A Globo se pronunciou afirmando que a atual novela do horário nobre das nove, 'A Força do Querer', escrita por Gloria Perez, cuja direção artística está a cargo de Rogério Gomes, teria como integrantes ambos escritora e diretor supra-citados, além de toda a equipe de produção que estaria disponibilizada para a novela de Aguinaldo Silva, porém, seria necessário que os trabalhos começassem já nos próximos meses, o que acarretaria que essa mesma equipe teria que estar apta para emendar duas #Novelas seguidamente.

A emissora carioca salientou ainda que para que pudesse conceder férias aos seus profissionais, determinou que ocorresse a antecipação da obra de João Emanuel Carneiro. Porém, somente após a novela 'A Força do Querer', é que estrearia a novela 'O Outro Lado do Paraíso', de Walcyr Carrasco e então, em seguida a novela de João Emanuel Carneiro. A trama de Aguinaldo Silva, envolta em polêmicas relacionadas a acusações de plágio, antes prevista para estrear em maio de 2018, ficará mesmo para 2019.

#Celebridades