Publicidade
Publicidade

Após um período se sentindo a dona do pedaço e aprontando de tudo um pouco, parece que a vida boa de Irene (Débora Falabella) está acabando. Disposta a tudo para conquistar o marido de Joyce (Maria Fernanda Cândido), a mulher sem escrúpulos e qualquer noção de limites será finalmente desmascarada.

A casa da arquiteta começa a desmoronar quando Garcia (Othon Bastos) retorna dos Estados Unidos. O homem é pai do assessor do secretário de segurança, Caio (Rodrigo Lombardi), e casado com Elvira (Beth Faria), que por sua vez é viúva de Gomez, personagem que foi assassinado por Irene.

Garcia aparecerá no prédio onde vive a vilã, no momento em que a moça está arrumando a mesa e escuta o vizinho Caio e o pai conversando.

Publicidade

Mal sabe Irene que já existe uma surpresa nada agradável para ela, pois Garcia foi convidado por Eugênio para conhecer a namorada.

A vilã sente o perigo se aproximar e toma uma decisão perigosa. Ela sairá pela janela do apartamento e se apoiará na marquise do prédio para não ficar cara a cara com quem seria a única testemunha capaz de levá-la para a prisão.

Ao adentrar o apartamento, Eugênio perceberá a estranha ausência da arquiteta. O advogado, sem entender nada, entrará em contato com a portaria do prédio em busca de respostas sobre o paradeiro de Irene. O fato é que, como ninguém viu Irene sair do prédio, a situação fica constrangedora para ele, que não terá uma explicação para dar a seu convidado tão ilustre.

Mas onde estaria Irene durante a visita de Garcia?

A vilã, que sabe se virar bem, invadirá o apartamento de Caio e ficará lá quieta, aguardando que o perigo se afaste e ela possa voltar ilesa para sua casa.

Publicidade

E qual será a desculpa que Irene dará desta vez? A arquiteta dirá que teve uma súbita dor de dente, que a fez procurar um dentista urgente. Mas como ela não teria levado a bolsa, tampouco o aparelho celular, o advogado ficará com uma pulga atrás da orelha.

Acostumada a contornar qualquer situação, ela dará uma desculpa esfarrapada, dizendo que pegou algum dinheiro e foi de táxi, convencendo o amante.

Os crimes de Irene

Irene se aproximou de um casal de brasileiros que vivia na terra do Tio Sam. Passou a trabalhar com eles em Miami e, muito prestativa, conquistou a todos. Não demorou muito para que ela passasse a frequentar a casa do casal e se tornasse íntima da família.

O crime aconteceu quando Elvira, a mulher do empresário Gomez, foi para um desfile de moda em Paris e deixou a moça responsável pelos remédios do esposo, que sofria com complicações cardíacas. Quando retornou, Elvira encontrou o marido morto e todo o dinheiro que eles tinham guardado em casa havia desaparecido.

Envenenado, a morte do homem foi investigada como infarto, mas o que Irene não sabia, é que Garcia guardou provas contra ela, que desapareceu da América sem deixar rastros.

Nesta época, a vilã usava o nome de Solange, o que não a livrará de ser pega nos próximos capítulos de 'A Força do Querer' [VIDEO]! #A Força do Querer #Entretenimento #Novelas