O jornalismo mineiro acordou triste com a morte de Artur Almeida, editor-chefe e apresentador do MGTV 1ª edição. O apresentador do jornalismo local, que aos 57 anos passava férias em Portugal, sofreu uma parada cardiorrespiratória e faleceu a caminho do hospital. A comunicação de seu #falecimento foi feita no Bom Dia Minas desta terça-feira (25), pegando amigos e admiradores de surpresa.

Artur Almeida deixa a mulher e três filhas. Ele passava férias em Lisboa com sua família quando sofreu o ataque. Segundo as primeiras informações sobre seu falecimento, ele chegou a ser socorrido e levado ao hospital, mas não resistiu.

Trajetória

Artur formou-se em Comunicação Social no ano de 1983.

Publicidade
Publicidade

Filho do também jornalista, Guy de Almeida, ele trabalhou na TV #Globo pela primeira vez em 1987, saindo três anos depois. Em 1992 ele retornou a emissora e se manteve por lá durante 25 anos. Almeida já foi apresentador do 'Bom Dia Minas' e nos últimos anos esteve no comando do MGTV. Desde 2009, ele passou a ser editor-executivo da Globo Minas.

Amigos e companheiros de trabalho prestaram diversas homenagens nas redes sociais. A apresentadora do Globo Esporte, Maíra Lemos, lamentou a morte do amigo pelo Facebook. Em um texto publicado na rede, ela pediu que seus fãs orassem pelo seu amigo.

O apresentador Gabriel Senna, responsável por dar a triste notícia aos telespectadores do Bom Dia Minas, disse que a morte do colega e amigo de profissão deixou uma lacuna profissional que não será preenchida.

Publicidade

Logo após noticiar o falecimento de Artur, diversos telespectadores e pessoas que já foram entrevistadas pelo jornalista demonstraram tristeza tanto nas redes sociais, quanto pelo telefone da redação.

O diretor-geral de jornalismo da TV Globo, Ali Kamel, destacou sua tristeza através das redes sociais, transmitindo solidariedade aos companheiros de profissão e aos familiares de Artur.

Jornalistas de outras emissoras também demonstraram pesar pela morte do colega de profissão. Sérgio Utsch, ex-Globo e atual correspondente do SBT em Londres, disse ter encontrado com Artur dias antes de sua morte. Ele destacou que o companheiro de profissão era exemplo de generosidade e ética. Márcia Barroso, repórter da Radio Itatiaia, relembrou quando ela e Almeida trabalharam juntos na TV. Segundo Barroso, Artur era um profissional acolhedor, que a ensinou muito sobre a profissão ainda quando ela era estagiária.

Alexandre Kalil, prefeito de Belo Horizonte, disse ter recebido com muito pesar a notícia da morte de Artur, um profissional ético no qual ele teve o prazer de conhecer durante os debates eleitorais do ano passado. O governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel, também demonstrou solidariedade a toda família do apresentador e afirmou que o jornalista fará falta para todos os mineiros. #Famosos