Na madrugada do domingo passado (9), um #Vídeo de José Loreto [VIDEO] em que aparece se masturbando viralizou na internet. Muita gente ficou impressionada com o "tamanho do documento" do ator, de 33 anos. Muitas pessoas compartilharam o vídeo nas redes sociais. No Twitter, por exemplo, o nome do ator chegou a ficar no 'top trends'.

Diante de tanta repercussão, José Loreto desabafou sobre o ocorrido na mesma noite. “A divulgação de vídeos íntimos não autorizados, além de crime, afeta as vítimas e também as famílias. As consequências muitas vezes podem ser devastadoras”, disse em seu perfil oficial no Instagram.

José Loreto revelou que o vídeo polêmico o pegou de surpresa, pois foi gravado há cerca de 10 anos.

Publicidade
Publicidade

O vídeo foi gravado sem a sua permissão e a divulgação também não teve seu respaldo.

O ator pediu respeito e privacidade neste momento tão difícil da vida. Ele contou que os advogados assumiram o caso e que não vai mais se pronunciar sobre o assunto.

Internautas comentam sobre vídeo íntimo de José Loreto

Os internautas não acharam ruim o vídeo nem falaram mal de Loreto [VIDEO]. Na verdade, alguns até aplaudiram. Tudo porque o "tamanho do documento" do ator impressionou bastante o público que assistiu às imagens. Um dos jornalistas e blogueiros que têm mais seguidores nas redes sociais, Hugo Gloss, escreveu em seu Twitter: "Amém, José Loreto", referindo-se a parte íntima do ator.

"No momento eu só queria ser a mulher do José Loreto, disse uma outra internauta. "Gosto do José Loreto desde a época em que ele fazia a anaconda", brincou mais uma.

Publicidade

Lei Carolina Dieckmann

O ator José Loreto não é o primeiro artista que já passou por momentos constrangedores. Outros famosos como Zulu e Carolina Dieckmann já tiveram suas intimidades publicadas nas redes. A loira, que está no ar no "Vale a Pena Ver De Novo", na novela "Senhora do Destino", sofreu com fotos nuas vazadas em 2012, depois de ser ameaçada por hackers. No entanto, a atriz foi responsável pela criação da lei 12.737 de 2012, que fez com que a invasão de aparelhos de celulares e computadores para obtenção de dados privados se tornasse crime. #íntimo