Publicidade
Publicidade

Felipe Folgosi é um rosto conhecido do público de #Novelas. O ator já esteve em diversas produções globais, e foi considerado um dos grandes galas da Rede Globo nos anos 90.

Com mais de 30 trabalhos de atuação contabilizados em sua carreira, Folgosi agora combina essa função com outra tarefa: a de criar histórias em quadrinhos.

Em 2015, o artista lançou o seu primeiro trabalho como quadrinista e teve uma excelente aceitação do público. Intitulada “Aurora”, a obra chegou a ser indicada a quatro categorias do Troféu HQ Mix, um dos mais importantes do gênero no país.

Nesta semana, no entanto, ele lançou um novo trabalho de nome “Comunhão”.

Publicidade

O ator explica que a história [VIDEO] foi originalmente concebida em 2006 para se tornar um roteiro de filme.

Mas, por conta dos altos custos das produções cinematográficas, ele decidiu tornar a trama uma opção em quadrinhos, tirando o projeto da gaveta.

Ator diz que faz quadrinhos por uma paixão pessoal

Com a grande aceitação do público pelo seu primeiro trabalho como quadrinista, o caminho natural seria seguir unicamente por essa carreira. Mas Folgosi garantiu que trabalha arduamente nas duas profissões, e que atuação ainda é o seu principal ganha pão.

Ele ainda disse que sofre certo preconceito por ser ator e que algumas pessoas podem desvalorizar o seu trabalho como criador de quadrinhos. Mas em contrapartida, confia que algumas pessoas podem se interessar por suas histórias justamente por ter acompanhado a sua carreira na televisão.

Publicidade

Ator explica que sempre fez escolhas diferentes do que era esperado

Em entrevista à coluna “Notícias da #TV”, o rapaz ainda comentou que a escolha pela carreira de quadrinista é apenas mais uma de suas opções que fogem do tradicional.

Ele relembrou que em determinado momento de sua carreira de ator foi convidado para estrelar “Malhação”, mas recusou o trabalho para encarar uma atuação na peça Péricles, Príncipe de Tiro, que tinha como base um texto de Shakespeare.

A escolha, ele contou, se deu por acreditar que uma peça dessa magnitude, de um autor tão emblemático e com tamanha relevância no teatro, poderia lhe trazer desafios e crescimentos que um papel no folhetim juvenil talvez não proporcionasse.

Ainda que a visibilidade fosse melhor, ele optou por esse caminho e garantiu que nem tudo na vida é pelo dinheiro. Ele destacou que, às vezes, é necessário topar algum trabalho apenas pela conexão pessoal.

O ator também participou do reality 'A Fazenda' e ficou em segundo lugar. Seu último trabalho em televisão aberta foi 'A Terra Prometida' (2016), em que interpretou Elieber.

Atualmente, Folgosi está no ar com a série '171 - Negócio de Família', do Canal Universal, somente na televisão paga. Em outubro ele vai começar a coproduzir um filme. #Famosos