Publicidade
Publicidade

Essa semana o mundo foi surpreendido por uma triste notícia que abalou muitas pessoas. O cantor #Chester Bennington, vocalista do grupo Linkin Park [VIDEO], cometeu #Suicídio em sua residência em Los Angeles, nos Estados Unidos.

A notícia abalou a imprensa e os milhares de fãs que acompanhavam a promissora carreira do músico e de sua banda, considerada uma das mais importantes do rock dos anos 90. O cantor deixou seis filhos e ao seu lado foi encontrada uma garrafa de bebida alcoólica pela metade.

O que era apenas uma hipótese acabou se confirmando e as autoridades que investigam o caso alegam que de fato Chester cometeu suicídio.

Publicidade

Nessa segunda-feira (24), os integrantes da banda que o cantor liderava publicaram uma carta emocionante nas redes sociais a respeito da morte do artista. A banda havia acabado de lançar um novo álbum e tinha uma extensa turnê agendada pelos Estados Unidos quando a tragédia ocorreu.

Integrantes do Linkin Park divulgam relato emocionante

Como forma de confortar os fãs a respeito da triste ocasião, os integrantes da banda divulgaram a carta em que afirmam que Chester carregava uma grande dor em seu peito.

Os músicos esclarecem que o cantor tinha tocado a vida de muitas pessoas com o seu trabalho e talento, mas que ele mesmo não tinha percebido sua relevância em vida. Eles ainda aproveitaram para dizer que estavam tentando entender tudo o que tinha acontecido.

Eles ainda citam a viúva do cantor, Talinda, que tentava tirá-lo de uma profunda depressão.

Publicidade

A mulher é mãe de um dos filhos deixados pelo músico.

Por fim, os músicos confessam o seu amor eterno pela música e pela banda #linkin park, mas dizem que não sabem ainda como prosseguir com isso. A turnê agendada nos Estados Unidos foi cancelada e o grupo não conseguiu afirmar se continuará com a carreira ou se irão encerrar definitivamente o trabalho.

Todo o relato é direcionado diretamente a Chester Bennington. A carta é aberta com um “Querido Chester”, como se o próprio vocalista fosse ler essa mensagem. Em poucos minutos, a carta teve mais de 500 curtidas e milhares de compartilhamentos.

Morte aconteceu no dia do aniversário de Chris Cornell, grande amigo de Chester

Uma das curiosidades acerca da morte de Chester é que ela aconteceu justamente no dia do aniversário de 53 anos de Chris Cornell, vocalista do Audioslave e Soundgarden, que também se suicidou recentemente, em 18 de maio.

Os dois cantores eram muito amigos desde 2007, quando se conheceram na Austrália. O fato de ambos terem cometido suicídio por enforcamento é outra ligação bizarra entre as mortes dos astros.

Durante o enterro de Cornell, Chester Bennignton interpretou a canção Hallelujah, de Leonard Cohen, como uma homenagem ao amigo, e emocionou todos os presentes. Agora, os fãs de ambas as bandas se unem no luto por seus ídolos.