Leonardo Santos, participante da quarta edição do #Masterchef Brasil, usou as redes sociais neste domingo (02) para fazer um desabafo sobre #Racismo.

O rapaz de 22 anos contou que, durante a madrugada do domingo, recebeu uma montagem com fotos de participantes negros do reality show - Gleice, Cristiano, Iranete, Jaime, João, Nayane e o próprio Leonardo - com uma mensagem de ódio, na qual o autor da imagem afirmava que sentia nojo destes participantes e que jamais comeria nada que eles fizessem. O texto acabava com a frase ''volta pra senzala'', numa clara e grosseira referência à situação de escravidão à qual os negros foram submetidos durante séculos.

Publicidade
Publicidade

Leonardo afirmou que já passou por diversas situações de preconceito - tais como ser perseguido em corredores de supermercados, ter notas de dinheiro reviradas e conferidas diversas vezes e ser desprezado por vendedores - que fizeram com que ele não se sentisse mais afetado por palavras como essas. O participante do reality show gastronômico da Band disse ainda que tantas situações de racismo oculto vividas diariamente o fizeram notar a diferença nos comentários feitos a respeito de participantes negros e brancos do Masterchef:

''Tudo o que as pessoas chamam de prepotência ou arrogância ou qualquer um destes rótulos que não são dados aos competidores brancos, se chama autoafirmação, autoconfiança e foco, que são coisas que os indivíduos como nós necessitam ter muito para sobreviver, já que não recebem isso dos outros'', escreveu Leonardo, em seus perfis do Instagram e Facebook.

Publicidade

''Quando o participante negro reclama que não conhece um ingrediente, ele está sendo pobre, chorão ou se fazendo de vítima, enquanto que uma participante branca com a mesma atitude é porque não tem a obrigação de conhecer todos os ingredientes. Se um competidor negro quer cuidar sozinho da sua praça nas provas em equipes, ele está sendo convencido, enquanto o competidor branco que se mete na praça do outro está apenas preocupado com o restante do time'', completou.

Leonardo já foi chamado diversas vezes de arrogante e prepotente na redes sociais [VIDEO] por atitudes semelhantes às que ele descreveu em seu desabafo.

O rapaz concluiu o texto dizendo que não usar xingamentos, ou falar diretamente sobre a cor da pele de alguém não livra uma pessoa de ter preconceitos e sim, que são as atitudes de alguém que determinam quem a pessoa realmente é.

Leia o desabafo completo abaixo:

#TV