O filme estrela por #Gal Gadot, vem batendo recordes e sendo um sucesso de bilheteria ao redor do mundo. Com toda essa visibilidade os executivos da Warner Bros vêm discutindo a possibilidade de realizar uma campanha pesada para que o filme concorra na categoria de 'Melhor Filme' e a diretora Patty Jenkins seja indicada para 'Melhor Direção' no #Oscar 2018.

Isso seria um marco histórico para o universo do DC Comics que conta as histórias de super-heróis pois seria a primeira indicação dessa magnitude que um filme teria. O primeiro filme do gênero, que tem como protagonista uma mulher vem superando as expectativas, e já faturou em quatro semanas de exibição mais que " O Cavaleiro das Trevas " e " O Cavaleiro das Trevas Ressurge ", ambos da franquia " Batman ".

Publicidade
Publicidade

Além de ter se saído muito bem nas bilheterias, a crítica especializada também o aclamou, e a atuação de Gal Gadot, que conseguiu fazer uma Diana Price, a #Mulher Maravilha ambígua, treinada desde cedo para a luta, para ser forte e destemida, porém nunca perdeu a doçura o que em certos momentos a torna quase inocente, vem agradando a todos, até mesmo os que questionaram sua escolha no início estão se rendendo ao seu talento e sua beleza.

Outro ponto alto do filme é a química de Gal com Cris Paine, que interpreta Steve Trevor, a forma de ver a vida e de pensar de ambos os personagens equilibram-se tornando ambos reais. A fotografia e a paisagem são um caso à parte, não tem como não ficar encantado, um ponto fraco foi a trilha sonora, que mesmo sendo um filme de época poderia ter músicas mais marcantes, como em “ Esquadrão Suicida” que a trilha foi tão boa que parecia um personagem do filme.

Publicidade

Nada que faça tirar o brilho e nem que não vala a pena ir as salas de cinemas para assistir ao filme mais Girlpower dos últimos tempos.

Apesar de estar envolvido em várias polêmicas ao redor do mundo, foi censurado no Líbano, a Warner Bros nos presenteou com uma película cinematográfica da melhor qualidade, mostrando a força das mulheres no Cinema, frisando que além da protagonista o filme conta com a direção de uma mulher. Outro burburinho veio do colunista Thales de Menezes, que ao escrever sua impressão colocou: "Mulher-Maravilha" não é só o melhor filme de um personagem da DC. É tão bom que parece filme da Marvel. Na verdade, parece melhor do que quase todos os filmes da Marvel." Essa declaração fez inflamar a internet, e os fãs dos dois estúdios defendendo os seus filmes.

A torcida para que o estúdio consiga as indicações é grande entre os fãs, e de quebra Gal Gadot poderia ser selecionada para melhor atriz.