A tristeza da notícia da morte do vocalista da banda Linkin Park, Chester Bennington [VIDEO], foi muito grande e impactante por ter pegado todos os fãs de surpresa. A morte do cantor aconteceu nesta quinta-feira (20).

De acordo com as informações do site TMZ, o cantor se matou por enforcamento na sua residência, na Califórnia (EUA). Chester tinha seis filhos e era casado.

Dois lutos para o rock apenas no primeiro semestre de 2017

Os amantes do rock mal tinham passado por uma tragédia com a morte de Chris Cornell, vocalista da extinta Audioslave, no dia 18 de maio deste ano. Agora, enfrentam mais um luto com o vocalista da banda Linkin Park.

Publicidade
Publicidade

Por coincidência, os dois cantores internacionais eram muito amigos. Mais coincidência ainda foi como os dois astros se mataram. Eles se suicidaram da mesma forma: por enforcamento.

Chester, na época da morte de Chris Cornell, fez uma homenagem no enterro do amigo cantando a famosa música “Hallelujah”.

A carta publicada por Chester em homenagem ao amigo Chris Cornell

Na época da morte Chris Cornell, Chester publicou uma carta em homenagem ao amigo. Na carta, Chester afirmava que tinha sonhado com banda britânica Beatles, uma noite anterior a morte do amigo. Continuou dizendo que, quando despertou do sono, o som do rock mudou, e dessa vez a música era real.

A banda era Rocky Raccoon que o cantor passava a escutar naquele momento e quem estava escutando era sua mulher. Ele disse que quando olhou para sua ela, viu um rosto inquieto e sombrio.

Publicidade

Então, foi quando sua esposa disse que seu amigo tinha morrido. A partir desse momento, Chester afirmou que não aguentou e começou a chorar.

O cantor de Linkin Park, ainda na carta, pontuou que era muito grato por ter passado vários momentos bons com a família do amigo e com o próprio Cornell, onde Chester afirmou que foi influenciado muitas vezes e de várias formas pelo vocalista Chris, que era cantor da banda Soundgarden antes de se matar.

Ele concluiu dizendo que a habilidade de Cornell era incomparável e pura, que transmitia dor, alegria, amor, perdão e fúria, tudo ao mesmo tempo. Todas essas emoções se resumiam quando ele cantava. Chester continuou ainda de forma muito emocionante dizendo que o amigo o tinha ajudado a compreender tudo isso.

A emoção de Bennington foi tão grande que ele começou a escutar Cornell cantando a música ‘’A Day in the Life’’, da banda Beatles, fazendo uma alusão ao seu sonho. E disse que queria acreditar que aquele sonho foi uma despedida do amigo com ele. #Chester morre #Cantor da banda de Linkin Park morre #Cantor morto