'Erguei as mãos e dai glória a Deus', esses são versos de uma das canções mais conhecidas do Padre Marcelo Rossi. Ele é um dos nomes católicos mais conhecidos do país. Rossi [VIDEO]acabou disseminando a fé católica por todo o país, mas nem por isso passou impune a algumas doenças. Marcelo teve anorexia e acabou chocando muita gente quando apareceu muito magro. Ele conseguiu ganhar algum peso, mas está longe de não ter problemas de saúde. Em entrevista à Revista Veja, #Padre Marcelo Rossi informou ainda que passou por uma forte depressão.

Marcelo Rossi: “Depressão era frescura, até passar por uma”

Rossi contou que a #Doença não era uma frescura, mas que até o religioso chegou a ter preconceito com quem possuía o problema, mas que mudou de opinião após ter passado por tudo isso.

Publicidade
Publicidade

Ainda na entrevista à Veja, o pároco revelou que tinha uma outra doença, a discopatia degenerativa. Essa doença pode matar e, por isso, as informações do religioso acabaram comovendo muitos dos seus fãs e seguidores. Alguns chegaram a dizer que estavam rezando por Marcelo e que aprenderam com ele muitos ensinamentos.

O que é discopatia degenerativa, a doença de padre Marcelo Rossi

A doença com nome complicado nada mais é do que uma artrite que atinge a coluna vertebral. Ela, associada a outros problemas, como os narrados pelo padre, pode ser mais severa. Em alguns casos, até leva a morte. De acordo com especialistas, esse mal acomete principalmente pessoas entre 40 e 50 anos de idade. No entanto, a doença começou a ser desenvolvida precocemente pelo padre. A enfermidade trata do crescimento dos ossos.

Publicidade

Eles, no geral, se esticam até os 17 anos de idade. Depois disso, começa o processo de degeneração e até degeneração da ossada.

De acordo com o ortopedista Edson Pudles, no mundo hoje mais de dois milhões de pessoas sofrem com a doença, mas isso está relacionado também com o fato da população idosa estar crescendo muito. A expectativa é que até o ano de 2015, eles cheguem a quase um terço da população do mundo, como mostra uma pesquisa desenvolvida pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Padre Marcelo alegou dor por discopatia

Os discos da coluna vertebral sofrem um processo de desidratação e, consequentemente, diminuem a espessura, o que minimiza a capacidade de movimentação. No caso de Padre Marcelo, ele sentia dores, mas no geral, o processo mais incapacita a pessoa de fazer movimentos, do que a "proíbe" de se locomover. Os tratamentos se dão com remédios e também exercícios físicos.