Publicidade
Publicidade

A cada dia que passa, a sociedade brasileira se encontra mais polarizada, politicamente falando, ou seja, um grande número de pessoas acredita que o impeachment sofrido pela ex-presidente Dilma Rousseff não passou de um golpe de Estado barato e que o antecessor de Dilma, Luiz Inácio Lula da Silva, está sendo alvo de perseguição político-ideológica.

Por outro lado, uma outra metade dos brasileiros diz que o que está acontecendo no país é uma verdadeira caça, necessária, à corrupção e aos corruptores. Esses mesmos brasileiros vêem a figura do juiz federal do Paraná Sergio Moro como um verdadeiro paladino, o qual combate os políticos salafrários, empresários gananciosos e líderes políticos que enganam o fieis.

Publicidade

Enfim, diante desse cenário conturbado no país, é mais do que normal que os indivíduos façam as suas escolhas sobre quem está certo ou errado, e sobre quem pode conduzir a nação a um mar de tranquilidade e prosperidade novamente. São pessoas comuns que manifestam as suas convicções políticas, mas também personalidades que têm mais chance de serem formadoras de opiniões.

E foi exatamente isso que fizeram as cantoras populares Pepê e Neném na noite do domingo, dia 30 de julho. Vale frisar que praticamente tudo o que diz respeito às duas moças, logo se torna assunto recorrente na mídia pelos mais variados motivos e interpretações.

Provavelmente após o pronunciamento das irmãs, muitas pessoas compreenderam a lei da física de que “os opostos se atraem”, isto é, para alguns críticos de esquerda, elas que são mulheres, lésbicas assumidas e negras, não deveriam, em hipótese alguma, estar apoiando o deputado federal Jair Bolsonaro, pertencente ao PSC-RJ.

Publicidade

O que deixou a muitos em choque no início desta semana é que, para tais críticos, Bolsonaro não passa do principal adversário declarado da classe #LGBT junto à Câmara.

Pepe e Neném foram um pouco mais além gravando um vídeo e logo em seguida disponibilizaram as imagens em diversas redes sociais; sendo que, parte do conteúdo da gravação em questão, são críticas às práticas de amor e afeto feitas pelos casais gays em locais públicos.

Conforme as duas moças, que também optaram pela homossexualidade, a rua não deve ser o palco de demonstrações íntimas, as quais deveriam ser expressas somente no interior de um quarto.

É obvio que #Jair Bolsonaro pode se valer deste testemunho das famosas e postou o vídeo acima citado em suas redes sociais pessoais, gerando uma enorme quantidade de comentários acerca do tema.

E por falar em web e redes sociais, Pepe e Neném foram um tanto massacradas pela discordância de boa parte dos seus fãs.

Não é à toa, por exemplo, que uma internauta escreveu reforçando que a dupla de cantoras apóia Bolsonaro, mesmo tendo uma delas adotado recentemente uma criança, só que o Bolsonaro é contra a adoção feita por homossexuais.

Publicidade

Outro rapaz escreveu que ele está no mundo onde Pepe e Neném apoiam Bolsonaro.

Enfim, a confusão está armada! Não deixe você também de dar a sua opinião e compartilhar o artigo envolvendo o maior número de pessoas possível, nesse que é um assunto que, querendo ou não, envolve cada cidadão deste país. #Pepê e Neném