Seu Jorge é um dos cantores mais conhecidos do país. Tudo o que ele faz acaba virando notícia. O artista é um dos nomes mais célebres do mundo da música e, certamente, sempre consegue levar o seu sucesso para os mais diferentes espaços.

#Seu Jorge decidiu usar o seu perfil na madrugada deste domingo (23) para afirmar, categoricamente, que está sendo alvo de ofensas racistas. Tudo partiu de quem menos esperava, um fã, que mostrou o seu outro lado.

O rapaz entoou palavras preconceituosas, dizendo absurdos, como que o mundo estaria infestado de "pretos" e chamando o artista de "preto de merd*". No Brasil, apenas para lembrar, #Racismo é crime e sério.

Publicidade
Publicidade

Seu Jorge pede socorro nas redes sociais após ser vítima de racismo

O cantor, que tem uma voz inconfundível, questionou aos internautas, o que ele deveria fazer em relação ao episódio. O profissional da música disse, então, que o tal fã entrou em sua transmissão ao vivo e, mesmo sem ele nunca ter visto o rapaz em sua vida, sofreu dele ofensas absurdas.

Seu Jorge questiona se deveria denunciar o rapaz e já adiantou que não deixaria para trás algo tão sério como o que aconteceu com ele.

'Ofendeu de graça', lamenta Seu Jorge sobre fã que 'destilou' ódio preconceituoso contra ele

Seu Jorge deu detalhes aos demais fãs, tentando explicar o que havia acontecido e deixou muita gente surpresa diante do episódio.

"Entrou na minha transmissão ao vivo pra destilar o seu venenoso racismo contra minha pessoa me ofendendo de graça sem eu nunca tê-lo visto em toda minha vida", disse Seu Jorge, que mesmo abalado, fez questão de continuar a transmissão em tempo real que era feita para a internet.

Publicidade

Seu Jorge diz que racismo não é paranoia dos negros e está em todos os lugares

O cantor parecia perplexo com tudo o que houve. Ele explicou que, muitas vezes, os negros são taxados de paranoicos, mas que o racismo realmente existe. Ele lembrou que o garoto disse verdadeiros absurdos.

O colega de trabalho de músicos como Ana Carolina deu sinais de que conhecia o paradeiro de seu agressor, dizendo que ele estava a cerca de 10 mil quilômetros dele. Seu Jorge explicou ainda que, infelizmente, aquele jovem cresceria e faria coisas parecidas com as pessoas à sua volta, como possíveis empregados.

O cantor ainda deu prints nas mensagens racistas que recebia. No ano passado, diversos nomes do mundo da fama sofreram racismo, como Maria Júlia Coutinho e Taís Araújo. #Famosos