O cantor Eduardo Costa, um dos grandes nomes da música sertaneja, foi uma das vítimas de um criminoso em Goiânia, no Estado de Goiás. A informação foi confirmada nesse fim de semana pela Polícia Civil, que já investigava o meliante há pelo menos seis meses, como mostra uma matéria publicada nesta sexta-feira (7), pelo portal de notícias UOL. O criminoso preso foi identificado como Thales Câncio de Carvalho, de 27 anos. Thales se passava por pecuarista e já teria dado golpes que somados chegariam a quantia de R$ 10 milhões.

Uma das presas do bandido foi Eduardo Costa. O cantor e Thales negociaram uma propriedade, mas um dos altos do contrato de venda exigia - por segurança - que um sinal fosse dado pela compra.

Publicidade
Publicidade

Como isso não ocorreu, Costa conseguiu reaver a tempo sua propriedade.

Criminoso dá golpe em Eduardo Costa e acaba preso

O golpe do vigário somente não chegou ao fim pela esperteza do sertanejo, que desconfiou da rapidez como tudo foi feito por Thales. No geral, contratos de compra e venda são demorados e envolvem muitas burocracias, justamente, a fim de evitar que alguém seja lesado. Apesar de praticar golpes na praça, Thales não tinha medo de esconder o rosto. Pelo contrário, ele utilizava redes sociais para mostrar todo o seu império. Nas imagens, o contrabandista aparecia na frente do que seriam os seus bois e fazendas.

Ele também fazia questão de registrar encontros com pessoas importantes. A Polícia Civil diz que nem todos os golpes do rapaz chegaram ao fim, mas ele teria dado um prejuízo de, no mínimo, R$ 500 mil.

Publicidade

O montante total do golpe (muitos bens foram readquiridos), entretanto, como citamos anteriormente, chega aos dez milhões de reais.

Farsante tenta comprar mansão de Eduardo Costa por R$ 5 milhões

A mansão negociada entre Costa e Thales era avaliada em incríveis R$ 5 milhões. Mesmo o valor sendo bastante alto e o jovem não tendo a quantia, ele garantia que pagaria tudo, o que não aconteceu. A defesa de Thales alega que o preso não está em suas plenas capacidades mentais e que, por isso, não poderia explicar porque ele tentou dar golpe nas pessoas. Algumas das acusações contra o farsante, no entanto, foram negadas por ele. Ele já possui dez inquéritos policiais por estelionato e outros crimes, mas apenas agora, com o caso envolvendo Costa, acabou sendo preso.

A polícia, no entanto, acredita que o número de vítimas pode ser maior, já que novas pessoas devem fazer o reconhecimento do criminoso na delegacia. #Entretenimento #Famosos