O seriado "Chaves" é uma série de televisão mexicana de comédia criada por Roberto Gómez Bolaños, conhecido em seu país como Chespirito. Em seu país de origem, o nome do seriado se chamava "El Chavo del Ocho", que traduzido para o português fica "O #Chaves do oito".

Há mais de 25 anos o seriado humorístico mexicano faz sucesso na televisão brasileira. As pessoas não se cansam porque o seriado é realmente muito engraçado e marcou a infância. Quase todo mundo se lembra de alguma frase que eles falam no programa.

Os brasileiros chegaram a chorar quando o ator Roberto Gómez Bolaños, criador dos seriados "Chaves" e "Chapolin", morreu em novembro de 2014.

Publicidade
Publicidade

O velório do humorista, escritor, ator, e produtor foi exibido ao vivo no SBT.

Não só o personagem principal, "Chaves [VIDEO]", é lembrado pelos brasileiros. Chiquinha (María Antonieta de las Nieves), Seu Madruga (Ramón Valdés), Dona Florinda (Florinda Meza), Quico (Carlos Villagrán), Senhor Barriga (Édgar Vivar) e todos eles sempre são muito comentados. Muita gente tem curiosidade de saber como eram os #atores do seriado antes da fama. Eles tinham sonhos parecidos e, com certeza, conseguiram realizar uma parte dessas metas durante a vida inteira deles.

Antes e depois dos atores de "Chaves"

Roberto Goméz Bolaños se formou em engenharia elétrica na Universidade Nacional Autônoma do México, mas nunca exerceu a profissão.Como se pode ver no vídeo, ele decidiu seguir sua outra paixão, de ser escritor de roteiros para a alegria dos fãs.

Publicidade

Carlos Villágran Eslava, o Quico, do seriado Chaves, nasceu na cidade do México, em 12 de janeiro de 1944. De família humilde, ele teria uma infância bastante comum, permeada em grande parte, pelo contato com os demais irmãos. Florinda Menza não começou a sua carreira como atriz e trabalhava como secretária para pagar os seu curso de atriz.

O interprete do Professor Girafales, Ruben Aguirre, nunca imaginou que poderia fazer parte de um seriado de sucesso mundial e, quando mais jovem, iniciou os seus estudos em Agronomia. Outro que também fez faculdade antes de entrar na carreira de ator foi Édgar Vivar, que entrou na universidade de Medicina.

De todas as histórias, a da interprete da Bruxa do 71, Angelines Fernández, é a mais surpreendente. Ela nasceu na Espanha e chegou a lutar nas guerrilhas contra o ditador Francisco Franco, durante a Guerra Civil Espanhola. Deixando seu passado de combate para trás e fugindo da perseguição na Espanha, Angelines foi para o México em 1947. Em seu novo país, conheceu o mundo do teatro e nele, Roberto Gómez Bolaños, criador e protagonista de Chaves. A atriz era muito linda e muitas pessoas compartilham a foto dela com a legenda "Ela não era tão Bruxa assim". #Curiosidades