O site O Fuxico publicou, nesta quarta-feira (2), que Joyce, personagem de Maria Fernanda Cândido, ficará muito chocada ao ver a filha Ivana (Carol Duarte) depois de sua transformação em “#A Força do Querer”, da Rede Globo. Joyce sempre quis que sua filha fosse uma espécie de Barbie, uma miss, extremamente feminina e sedutora, mas, como ela mesma diz, “parece que todos os seus sonhos estão sendo transformados em pesadelos”.

Uma reportagem do jornal O Globo afirma que Joyce ficará em choque ao ver a filha e ao ouvir de sua boca que não é mulher. Na verdade, ela escuta essa afirmação sem querer, quando passa pelo quarto da filha e ouve a conversa dela com as amigas e desacredita do que ouviu.

Publicidade
Publicidade

Joyce afirma: “Eu sempre soube que não era mulher”.

Naturalmente que isso desestabiliza completamente a mãe, que sempre sonhou com uma princesa que frequentaria as altas rodas sociais. Um novo susto ocorre, de acordo com a publicação de O Globo, quando Joyce se prepara para sair e dá de cara com Ivana, que entra em seu quarto e barba e roupas masculinas. Decepcionada, Joyce segue para conversar com Eugênio (Dan Stulbach) e se desespera ao dizer que Ivana é um homem que ela não pariu [VIDEO] e não viu crescer.

Na sequência, Joyce, juntamente com Eugênio, ainda na tentativa de entender o que está acontecendo, procura a psicóloga de Ivana e desabafa, dizendo que quando viu os fios de barba e ficou totalmente sem ação, horrorizada e não conseguiu dizer nada. A psicóloga diz que eles têm apenas duas opções: encara ou fugir, acolher ou dar as costas.

Publicidade

Eugênio diz que nunca dará as costas a sua filha.

A psicóloga interrompe para dizer a palavra “filho”, deixando claro que agora eles não têm uma filha, eles têm um filho. Também afirma que ela sempre foi um filho, não se tornou um filho.

Identidade de gênero

Glória Perez, que é a autora da novela ‘A Força do Querer [VIDEO]’ resolveu abordar esse assunto porque acredita que ele é desconhecido pela maioria população a e ignorado pela dramaturgia: a #identidade de gênero. Isso é a causa do grande sofrimento, bem como da transformação de Ivana.

Outras #Novelas já tentaram tratar do assunto mas acabaram por abordá-lo de maneira bastante superficial, mas Glória Perez quer aprofundar o tema. Ela quer que as pessoas saibam exatamente o que se passa com uma pessoa que tem que conviver com o problema da identidade de gênero, que, de acordo com o site Wikipedia, nada mais é do que ao gênero (masculino ou feminino) com que a pessoa se identifica.

O gênero é diferente da sexualidade da pessoa. Por exemplo, no caso de Ivana, ela gosta de homens, mas sente que o corpo feminino não lhe pertence porque ela se sente como um homem e deseja que sua imagem externa corresponda a como ela se sente internamente. Identidade de gênero e orientação sexual são duas coisas diferentes.