O comentarista Alexandre Oliveira não faz mais parte dos canais ESPN [VIDEO]. Segundo reportagem do portal UOL, ele a emissora decidiram rescindir o contrato na noite desta terça-feira (1ª). Alê, como é chamado, estava afastado dos programas da casa desde a última quarta-feira (27), por conta de uma briga nos bastidores com uma maquiadora. Na ocasião chegou-se a falar até que ele teria feito ofensas raciais, o que foi desmentido pela próxima emissora.

Em novo comunicado, a direção informou que embora não tivessem sido confirmadas as ofensas raciais, foi decido pelo encerramento do contrato. “A #ESPN e o comentarista Alexandre Oliveira decidiram, em comum acordo, encerrar o contrato nesta terça-feira”.

Publicidade
Publicidade

Apesar de o afastamento ter ocorrido somente na semana passada, o fato que culminou em sua saída ocorreu alguns dias antes, quando ele teria discutido com uma maquiadora. A funcionária queixou-se da com a direção que, então, decidiu trocá-la de turno a fim de evitar que eles se cruzem nos corredores da empresa. No entanto, após o caso vir à tona, o comentarista não apareceu mais na programação.

Na última quarta-feira (26), na abertura da edição da tarde do programa ‘’Bate-Bola’’, atração que Alê Oliveira era um dos participantes fixos, o apresentador Bruno Vicari, em um rápido pronunciamento, explicou que o comentarista havia brigado com a direção da casa e por isso não estaria participando do programa.

No mesmo dia, o comentarista usou as redes sociais para se defender e com uma foto junto à esposa, filha e enteadas disse com nojo da situação.

Publicidade

“Tenho certeza que o bem sempre vence, e os irresponsáveis irão pagar”. Em contato com o UOL Esporte, ele revelou que conversaria com seus familiares para decidir se seguiria no canal, pois, segundo ele, a família foi a mais afetada por toda essa situação.

Ele estava na emissora há mais de 15 anos e começou no canal comentando jogos de futsal. Como a emissora não transmite mais a modalidade, ele passou a comentar as partidas de #Futebol internacional e de categorias de base, como Copa do Brasil Sub 20 e Copa São Paulo de Futebol Júnior. Seu jeito irreverente também renderam um programa, exibido apenas no site, chamado Fala Sério.

Outra marca registrada do comentarista foram os famosos decretos de sexta-feira, mas isso também causou uma polêmica no final do ano passado quando ele disse: “Assistiu o penta? Já aguenta”. A brincadeira não teve boa aceitação por muitas pessoas, uma vez que quem nasceu em 2002 – ano do pentacampeonato mundial da Seleção Brasileira – teria no mínimo 14 anos. Alexandre ainda se defendeu as críticas, mas dias depois disse que não faria mais o decreto na TV. #FutebolBrasileiro