Considerado por uma legião de telespectadores como um dos principais nomes da TV aberta no Brasil, Marcelo Rezende [VIDEO], de 65 anos, enfrenta o momento mais difícil de sua vida.

Diagnosticado em maio deste ano com um devastador câncer no pâncreas, em pouco tempo, o apresentador do telejornal vespertino, 'Cidade Alerta' produzido e exibido diariamente pela RecordTV [VIDEO], viu a doença se alojar e tomar parte significativa de seu fígado.

Se negando a se submeter ao tratamento de quimioterapia, tido como o mais indicado para diversos casos e tipos de câncer, Marcelo adotou uma dieta balanceada, basicamente composta por proteínas, frutas e gordura.

Publicidade
Publicidade

Isentando açúcares e carboidratos de sua alimentação, o jornalista perdeu muitos quilos e passou a ostentar um visual bastante diferente do que o mesmo sustentava meses atrás.

O câncer pancreático, tido pelos especialistas como o mais devastador, foi o tema principal de uma entrevista feita com o ex-presidente da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia, doutor Ney Cavalcanti de Albuquerque, no programa 'Rádio Jornal', de Pernambuco. indagado sobre a doença, o endocrinologista, afirmou que em casos avançado como o que se encontra o jornalista, #Marcelo Rezende, a chance de cura gira em torno de apenas 1%.

A resposta do especialista surpreendeu a todos, principalmente pelo fato do mesmo declarar que a cura completa para esses casos, seria um verdadeiro milagre. A explicação para a triste afirmação é que em casos de câncer no pâncreas, ainda que o paciente retire o nódulo maligno de seu organismo, por se tratar de um mal prognóstico, o mesmo viverá por no máximo cinco anos, sem uma boa qualidade de vida.

Publicidade

Embora a decisão de abandonar a quimioterapia e se dedicar apenas à dieta anticâncer tenha surpreendido demasiadamente o público, Marcelo, que se apegou muito à religiosidade e por diversas vezes demonstrou ser um homem de muita fé, deu no dia 26 de julho mais um exemplo de crença em milagres, ao justificar o motivo de deixar o tratamento químico, afirmando: ''Deixar a quimioterapia foi a melhor decisão que eu poderia tomar. E não tomei simplesmente porque eu quis, fiz isso porque o meu Deus mandou.''

Embora a decisão tenha ido totalmente contra o aconselhamento médico, Marcelo vem demonstrando estar se sentindo bem melhor, e segundo informações passadas pelo jornalista Felipe Campos, na tarde desta sexta-feira (11), Rezende foi liberado pelos médicos pata viajar e até mesmo sair do país. #Câncer Marcelo Rezende #Marcelo Rezende magro doente