Uma situação considerada "inusitada" ocorreu recentemente com apresentadores tradicionais da maior #Emissora de televisão do país; a Rede Globo de Televisão [VIDEO]. Nomes renomados da emissora carioca da família Marinho trocaram de cargos e altos postos no jornalismo das Organizações Globo. O mais intrigante é que são jornalistas âncoras que comandavam telejornais de grande audiência. Pode-se mencionar três jornalistas e apresentadores "consagrados" da televisão brasileira, como: Patricia Poeta, Christiane Pelajo e Evaristo Costa.

Altos cargos da emissora

Os jornalistas deixaram, estranhamente, alguns dos mais altos cargos do jornalismo da Rede Globo de Televisão.

Publicidade
Publicidade

O mais intrigante é que a maioria deles trocou de cargos, de modo que foram transferidos para posições consideradas inferiores. No mês de outubro do ano de 2014, a jornalista Patricia Poeta deixou aquela que seria considerada, talvez, a posição mais cobiçada do jornalismo no Brasil; um dos postos de apresentadora âncora do Jornal Nacional, o telejornal de maior audiência no país.

Atualmente, ela divide a apresentação do programa "É de Casa", da mesma emissora, ao lado de Zeca Camargo, Cissa Guimarães e Ana Furtado, durante as manhãs de sábado da TV Globo. Entretanto, a promessa é que após a saída da bancada do telejornal mais famoso do Brasil, a jornalista teria como projeto o comando de um programa solo, que, no entanto, nunca saiu do papel.

Outra apresentadora dos quadros do jornalismo da Rede Globo, Christiane Pelajo deixou a bancada do "Jornal da Globo", que dividia juntamente com o jornalista William Waack.

Publicidade

Atualmente, a apresentadora se dedica a um telejornal solo no canal de notícias a cabo GloboNews, o que, em tese, seria considerado um retrocesso, já que, geralmente, jornalistas fariam o caminho inverso.

Curiosamente, o jornalista e apresentador âncora do Jornal Hoje, Evaristo Costa, deixou o quadros do telejornal vespertino da Rede Globo e, até mesmo, o de colaboradores da emissora carioca. Ele estava, inclusive, cotado para assumir o comando do Jornal Nacional, ao substituir William Bonner. Porém, Evaristo Costa resolveu não iniciar as tratativas para renovação contratual com a Rede Globo. O motivo apresentado pelo apresentador âncora é que ele havia decidido deixar o emprego, para que pudesse dedicar muito mais tempo à família.

Um fator considerado "estranho" é que os jornalistas resolveram deixar altos cargos na maior emissora do Brasil para assumir funções que são consideradas de menor prestígio na área jornalística televisiva, ou sair das telinhas, justamente quando estavam em alta. #Famosos