Conhecido nacionalmente como um dos maiores diretores da teledramaturgia brasileira, David Grimberg, de 83 anos, faleceu na tarde deste domingo, (06), em sua casa na cidade de São Paulo. Sua causa mortis ainda não divulgada publicamente.

O famoso diretor, que conduziu com maestria diversos sucessos da teledramaturgia das extintas TV Tupi, TV Excelsior, TV Manchete, teve seus últimos trabalhos realizados no SBT [VIDEO].

Possuindo uma boa relação com a produtora mexicana, Televisa, Grimberg foi um dos maiores responsáveis pela parceria bem sucedida entre a emissora de Silvio Santos e a maior produtora de novelas mexicanas do mundo.

Publicidade
Publicidade

Conquistando junto ao SBT o direito de reproduzir famosos roteiros e títulos latinos, o dramaturgo dirigiu grandes tramas no Brasil e trouxe para a emissora o encanto e o suspense dos dramalhões mexicanos.

Sendo considerado um grande amigo e parceiro de Íris Abravanel, esposa de Silvio Santos, ao lado da escritora e produtora, David Grimberg dirigiu grandes sucessos no SBT, que renderam ao Sistema Brasileiro de Comunicação diversos prêmios, bem como excelentes índices de audiência.

Incentivador de novos talentos, David procurou envolver diversos novos atores em suas tramas, proporcionando a inclusão de novos nomes à teledramaturgia brasileira.

Principais trabalhos

Há quase quatro décadas à frente de grandes sucessos da televisão brasileira, dentre as maiores tramas que dirigiu, estão as novelas:

Revelação entre os anos de 2008 e 2009,

Amigas e Rivais, entre 2007 e 2008

Maria Esperança, em 2007

Cristal, no ano de 2006

Os Ricos Também Choram, entre 2005 e 2006

Esmeralda, entre os anos de 2004 e 2005

Seus Olhos, entre os anos de 2004 e 2005

Canavial de Paixões, entre os anos de 2003 e 2004

Jamais te Esquecerei, no ano de 2003

Pequena Travessa, entre os anos de 2002 e 2003

Marisol, em 2002

Amor e Ódio, entre os anos de 2001 e 2002

Pícara Sonhadora, no ano de 2001

Fascinação, em 1998

Pérola Negra, no ano de 1997

Os Ossos do Barão, em 1996

Razão de Viver em 1995

Sangue do Meu Sangue, em 1995

As Pupilas do Senhor Reitor, no ano de 1994

Éramos Seis em 1994

Tudo ou Nada, em 1986

Dona Beija, em 1986

Conflito, no ano de 1982

A Leoa, em 1982

Destino, em 1982

Solar Paraíso, no ano de 1978

O Espantalho, no ano de 1977

Xeque Mate, em 1976

Um dia, o Amor, no ano de 1975

Está Lá Fora Um Inspetor, (O Caso Especial), apresentado em 1973

Shazan, Xerife e Companhia, no ano de 1972 #morre diretor de televisão #morte no SBT #famoso morreu