Publicidade
Publicidade

Em entrevista ao Programa do Porchat, da RecordTV, na madrugada desta quarta-feira (2), o ex-BBB #Marcos Harter, que foi expulso do Big Brother Brasil 2017 acusado de ter agredido a sua ex-namorada Emilly Araújo, disse que se sentiu incomodado em ter recebido uma punição por algo que ele ‘’não fez’’, enquanto outros profissionais da Rede Globo, de acordo com o cirurgião plástico, não tiveram. O médico citou #José Mayer, denunciado por assédio sexual pela figurinista Su Tonani, e Victor, da dupla sertaneja Victor e Léo, que teria agredido a própria mulher. No entanto, ela mesmo reavaliou a situação e veio a público se retratar e dizer que não teria acontecido nada demais.

Publicidade

“Vamos fazer com o Marcos porque esse é anônimo. Por que não fizeram com o José Mayer?”, indagou o cirurgião plástico. Em seguida, o apresentador Fábio Porchat argumentou com o médico e disse que o ator foi criticado nas redes sociais e, inclusive, houve até um grande movimento nas redes sociais que pediu a saída de José Mayer da novela da Globo O Sétimo Guardião, prevista para ir ao ar no próximo ano. Várias atrizes da emissoras e outras mulheres lançaram a campanha “Mexeu com uma, mexeu com todas” nas rede sociais. Porchat explicou que Mayer foi sim afastado da novela em que trabalhava.

Mais a frente na conversa, Marcos voltou a citar outra situação que correu os noticiários nacionais: a suposta agressão física cometida pelo cantor sertanejo Victor, que faz dupla com Léo.

Publicidade

Na época, o artista estava participando do programa “The Voice Kids” quando surgiu a notícia da agressão contra a própria mulher. Marcos explicou: “Não! Para eles, não pegou tanto assim”. O médico disse que não viu uma punição exemplar da Globo com relação ao cantor, mas, já para ele, a direção da emissora decidiu que era melhor tirá-lo do Big Brother Brasil e anunciar para todo o Brasil que aquilo estava sendo feito por causa da discussão que o cirurgião plástico teve com a sua ex-namorada Emilly Araújo, que se sagrou como a campeã do programa.

Quando perguntado sobre o que realmente aconteceu entre ele e a gaúcha, Marcos diz que não a agrediu, mas admitiu que ‘’passou do ponto’’. O cirurgião também chegou a dizer que entende a decisão da Globo em pedir o seu afastamento. No entanto, de acordo com Marcos, faltou uma suposta ‘’consideração’’ com ele.

O médico explicou que era preciso que a direção do programa chegasse para ele e explicasse que a emissora já estava passando por algumas situações difíceis com relação a alguns dos seus profissionais que também se envolveram em assuntos polêmicos de agressão contra a mulher. Para Marcos, era necessário que eles dissessem que se não fosse tomada uma atitude, a emissora seria cruelmente punida pelo público que acompanhava o BBB17 de casa. #Victor e Leo