Morreu, na manhã desta sexta-feira (4), o músico #Luiz Melodia, vítima de um câncer na medula óssea. O cantor e compositor carioca, que se consagrou nacionalmente nos anos 70, após Maria Bethânia gravar uma de suas canções, “Estácio, Holly Estácio”, estava internado no Hospital Quinta D’Or, na Zona Norte do Rio de Janeiro. Ele estava internado desde o último dia 28 de março.

Melodia já havia feito um transplante de medula óssea e resistiu bem à operação, mas a quimioterapia provocou uma baixa glicêmica e acidez sanguínea. O câncer voltou para o hospital, seu estado de saúde se agravou e ficou internado na CTI até seu falecimento.

Publicidade
Publicidade

O velório

O velório de Luiz Melodia deverá ser realizado na quadra da Escola de Samba Estácio de Sá, agremiação do seu coração. Melodia, cujo nome de nascimento era Luiz Carlos dos Santos, nasceu no dia 7 de janeiro de 1951, no Morro do Estácio, no Rio. Seu pai, um boêmio inveterado, foi sua grande influência musical e foi com ele que aprendeu a tocar os primeiros acordes de violão, a ouvir Luiz Gonzaga, o psicodelismo dos baianos da Tropicália e a nata do samba de morro carioca, nas rodas de samba da Estácio de Sá.

Um dos grandes momentos de sua carreira aconteceu em 1972, quando Gal Costa imortalizou “Pérola Negra”. A canção voltou a ser interpretada por grandes nomes da MPB, dentre eles Cassia Eller e #Alexandre Pires.

Seu primeiro disco, “Pérola Negra”, foi lançado em 1973. A ele sucederam outros trabalhos, sempre grandes sucessos de público e crítica.

Publicidade

Em 2003, gravou um disco ao vivo, com as participações de Luciana Melo, Zezé Mota e Zeca Pagodinho. Seu último álbum ,”Zerima”, foi lançado este ano, com a participação da cantora Céu. Havia treze anos que o músico não lançava um disco.

Repercussão nacional

Muitas celebridades do mundo da música, da televisão, da política e até dos esportes lamentaram a morte do cantor. A deputada federal Jandira Feghali postou nota de pesar no seu Twitter. Outros grandes companheiros do samba, como Zeca Pagodinho, Luciana Melo, Jair Oliveira, Maria Gadú e Alcione, também tornaram público seus sentimentos de pêsames. Gal Costa foi outra voz que chorou a sua morte. “Te amo, minha pérola negra”, escreveu a cantora, na sua página do Facebook. Christine Fernandes, Lucio Mauro Filho e a jornalista Maria Beltrão também repercutiram nas redes sociais.

Luiz Melodia deixa um grande legado para a Música Popular Brasileira. Era casado com Jane Reis, cantora e compositora. Deixa um filho, o rapper Mahal Reis. #Perola Negra