O ator, que vinha lutando contra um câncer de estômago desde julho de 2016, faleceu na manhã desta quinta-feira (17), em sua casa na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro. O filho mais novo do ator, João Paulo Silvino postou uma despedida ao seu pai em sua rede social: "Que Deus te receba bem e de braços abertos meu amado pai".

Segundo a família, Paulo passou por uma cirurgia no ano passado na tentativa de controlar o câncer, mas lamentavelmente a cirurgia não surtiu o efeito esperado e a doença se espalhou. Então a família optou por fazer o tratamento em casa. Nesta manhã, a filha do humorista também utilizou as redes sociais para falar sobre a morte de seu pai.

Publicidade
Publicidade

Isabela agradeceu aos amigos pelas mensagens enviadas, e falou que ainda está no processo de entender o que está acontecendo e ao mesmo tempo os tranquilizou dizendo que o pai partiu bem, sem sofrer.

Lúcio Mauro Filho deu uma breve entrevista para um jornal da Globo, lamentando o ocorrido. O ator que está participando do programa Pop Star [VIDEO] (programa dominical da TV Globo) frisou que Paulo Silvino foi um grande artista e relembrou que o humorista foi um dos primeiros pop star do Brasil, e relembrou sobre a gravação de um disco que o humorista fez na época da Jovem Guarda. Lúcio também comentou sobre a importância do ator em sua vida. "Tenho ele como padrinho, pois minha estreia na TV foi ao lado dele e eu só tinha 8 anos de idade", por fim Lúcio mandou mensagem de condolências para a família do humorista.

Publicidade

Nasci para isso, diz o ator

Paulo Ricardo Campos Silvino era carioca e nasceu no dia 27 de julho no ano de 1939. O artista teve uma grande influência dentro de casa. Ele era filho do comediante Silvério Silvo e sempre acompanhava o pai no trabalho, com isso dividiu sua infância entre as coxias de teatro e bastidores de rádio.

Dono de vários bordões reproduzidos pelo povo, teve sua estreia na TV Globo em 1966, apresentando o programa Canal 0, que fazia sátiras da programação da emissora. Depois estrelou em vários outros programas humorísticos, como Balança mais não cai, Satiricom, Planeta dos Homens, Viva o Gordo entre outros. Sua última participação foi como Severino, o porteiro do #Zorra Total criando assim o bordão 'cara, crachá'.

Recentemente, ele deu entrevista ao Memória Globo, dizendo: "Eu nasci dentro disso, comecei a frequentar os teatros de revista onde meu pai fazia participação com 6 para 7 anos de idade. Período em qual vi meu pai contracenar com vários artistas que depois vieram a ser meus colegas de trabalho, como Dercy Gonçalves e o Costinha'. #Famosos