Publicidade
Publicidade

O padre Fábio de Melo sempre surpreende por suas declarações e pelo seu jeito de ser. Meses atrás, na ocasião do lançamento de seu livro "Humano Demais", escrito em parceria com o jornalista de Rede Globo Rodrigo Alvarez (Globo Livros), ele contou que se apaixonou perdidamente por uma mulher quando estava no seminário, mas superou a paixão.

Ainda lembrou da barra enfrentada pela família com a morte de uma irmã. Dessa vez, não foi diferente e durante a entrevista ao programa de rádio de Otaviano Costa, que vai ao ar pela Rádio Globo FM e pelo site da emissora das 8h às 11h, ele contou que está sofrendo da síndrome do pânico, uma doença que acomete muitas pessoas e é considerado um dos males deste século.

Publicidade

Na entrevista que foi ao ar na terça-feira (8), ele contou que é extremamente aberto ao revelar suas fraquezas e ainda que não tem medo de sua humanidade. De acordo com ele, a síndrome do pânico [VIDEO] foi diagnosticada em um momento em que realiza diversos projetos e essas muitas atividades ao mesmo tempo geram um desgaste natural.

Ele também confessou a Otaviano Costa que é exigido afetivamente o tempo todo, mas afirmou estar consciente de que isso faz parte do seu trabalho. “Quando as pessoas se aproximam de mim, chegam com muito afeto, muitas histórias e tudo quilo que faço gera um desgaste natural”, disse padre Fábio de Melo ao comunicador.

Nesta sexta-feira (11), três dias após a entrevista ao programa de rádio de Otaviano Costa, o padre Fábio de Melo fez um desabafo em seu perfil no #Instagram.

Publicidade

Ele contou que três meses atrás enfrentou um grave problema familiar. O sacerdote conta que, a partir daquele momento, parou de dormir direito e começou a enfrentar uma angústia muito grande. Ele teve os primeiros sintomas de síndrome do pânico há 20 dias, mas foi diagnosticado há dois anos, mas a superação na época foi rápida.

Essa não é a primeira vez que o sacerdote enfrenta um problema de saúde. Quando tinha 35 anos, o padre quase morreu ao ser diagnosticado com hepatite. Na ocasião, um diagnóstico errado quase tirou sua vida. O religioso sentia fortes dores no corpo, mas o diagnóstico médico era de uma de artrite.

Ele foi medicado com anti-inflamatórios, mas seu estado de saúde piorou muito, a ponto de não conseguir falar direito. Quando foi a outro médico, descobriu que estava com hepatite aguda em estágio avançado.

A interação do religioso com o público está além das missas, shows e pregações. Ele é um dos nomes mais buscados e seguidos nas redes sociais, em especial no Snapchat e Instagram, onde, além de mostrar o seu cotidiano, aproveita para fazer brincadeiras com o público.

Publicidade

Nos seus perfis, ele brinca através de personagens, mas deixa claro sua autenticidade.

Além de brincar com seus seguidores, o padre compartilha os dramas de sua vida, como esse caso onde anunciou estar vivenciando os sintomas da síndrome do pânico. Apesar disso, padre Fábio de Melo segue celebrando missas, apresentando programas de rádio e televisão e fazendo shows pelo Brasil. #Evaristo Costa #Famosos