Os irmãos #Zezé di Camargo e Luciano, maiores expoentes da música sertaneja atual, acabam de lançar um novo projeto, em forma de kit, com um CD com quinze canções e um DVD gravado ao vivo em estúdio, porém sem plateia – apenas músicos e o pessoal da parte técnica e de produção. O kit já se encontra à venda nas lojas especializadas e em diversas plataformas digitais.

A dupla em dois tempos

Os dois filhos de Francisco ousaram desta vez. O projeto, batizado de “Dois Tempos, parte 2” – a primeira parte do projeto foi lançada no final do ano passado - veio para celebrar os 25 anos de estrada da dupla. A dupla percorreu durante todo esse tempo um caminho pontilhado de muito sucesso, alegrias, recordes de venda de disco e de público em seus shows e tantos outros números estratosféricos.

Publicidade
Publicidade

Zezé Di Camargo, cujo nome de batismo é Mirosmar, e Luciano, mostram um trabalho a partir de uma concepção pautada pela simplicidade, mostrando aos seus fãs o que rola num estúdio nas gravações de suas músicas. Não é um DVD convencional. Seu lançamento a nível comercial tem a nobre pretensão de mostrar a dupla numa interação intimista entre os demais músicos e produtores, dando o tom da noção exata de como as coisas acontecem. O mais autêntico registro do clima de um estúdio.

Os convidados da festa

Maria Mendonça, a rainha do atual sertanejo, também marca presença nesse projeto. Ela empresta seu vozeirão em “Deu ocupado de novo”, regravação de um grande sucesso dos sertanejos na década de 90.

Outra figura de destaque é Felipe Duran, que marca presença nos vocais e na produção. E de sobra o cearense Fagner empresta seus vocais em “Frio Na Primavera”.

Publicidade

#Dois Tempos” é um divisor de águas na carreira da dupla. Uma combinação com o atual e com o passado, com presença marcante dos hits românticos, mas sem esquecer os modões dos anos 80. Não é um recomeço, mas é como se o fosse.

Parar pra quê?

Zezé Di Camargo e Luciano estão há mais de 25 anos na estrada e não pensam em parar. Adeptos à sofrência tão presente nas músicas românticas, Luciano até brinca quando o assunto é o fim da dupla. Diz em tom bem-humorado que pensa em formar um quarteto no futuro. Ele, o irmão, uma enfermeira e uma outra pessoa segurando um balão de oxigênio.

Quem canta seus males espanta

O mais importante para eles é cantar. E juntos, se possível, não importa onde, nem o tempo, nem para quem quer que seja. Estar no palco cantando para seus fãs é a maior realização pessoal. Outro dia, por exemplo, Luciano fez um show inteirinho cantando e sentindo dores no rosto por conta de uma sinusite. Mas a alegria de cantar foi além. #Marília Mendonça