A Rede Globo de Televisão tem adotado uma nova política quando pretende contratar um ator ou atriz para um trabalho na emissora. Os seus mandatários não pretendem renovar contratos sem que os artistas [VIDEO] estejam atuando. Por causa disso, a emissora carioca já mandou embora muitas pessoas talentosas. Alguns nomes chegam a assustar, tai como os de Carolina Ferraz e Maitê Proença, que estão livres no mercado e podem assinar contrato com outra emissora.

Os contratos dos atores [VIDEO]estão sendo feitos de modo peculiar dentro da emissora. É uma espécie de contrato de produtividade, se o ator está trabalhando e atuando, ele ganha salário.

Publicidade
Publicidade

Se ele estiver na ‘’geladeira’’, fica sem receber. Ou seja, o pagamento é por obra realizada. Por causa disso, a emissora não está renovando alguns contratos.

Muitos artistas de nome estão sendo dispensados, e é aquele famoso ditado ‘’salve-se quem puder’’. Alguns estão na torcida para que sejam escalados para algum trabalho na emissora antes de ser dispensado, enquanto outras celebridades preferem algo mais certo e estão preferindo ir para emissoras rivais.

Também existe aqueles artistas que temem cair no esquecimento indo trabalhar em outras emissoras, o que fecharia as portas na Globo. Por isso, alguns preferem até ficar sem trabalhar na esperança que a Globo os chame de volta.

Alguns diretores globais fazem questão de negar que a crise acabou afetando a emissora carioca. Eles falam que o objetivo dessa nova medida consiste em economizar.

Publicidade

Nos dias atuais alguns poucos atores não tem o contrato por produtividade. Esse é o caso de Bruna Marquezine, que ficou de férias por mais de 1 ano sem fazer se quer uma #Novela na Globo. No entanto ela já está escalada para a próxima novela das 19.

Pelo menos cerca de 50 artistas foram demitidos da Globo nos últimos anos

De acordo com a reportagem de um site de notícia, cerca de 50 artistas já tiveram seus contratos encerrados e não renovados pela emissora global. Vale a pena ressaltar que esse número equivalente ao elenco de uma novela. Muitos desses artistas procuraram trabalho em canais de TV a cabo.

Maitê foi uma das que receberam convite para migrar a RecordTV, mas, no entanto, ela preferiu ficar sem trabalhar na esperança de retornar a Globo.

Alguns outros nomes da dramaturgia brasileira seguiram pelo mesmo caminho de Proença, como a atriz Claudia Ohana e Fernanda Vasconcellos. Um caso que chama muito a atenção é o de Eduardo Moscovis, que ficou cerca de 15 anos recebendo dinheiro da Globo e nesse meio tempo fez apenas três trabalhos na emissora. #Atores demitidos #Crise na Globo