Um ex-BBB foi condenado a 12 anos de prisão por estupro de vulnerável no Paraná. #Laércio de Moura está preso desde maio do ano passado. O motivo da prisão foi o crime de estupro de vulnerável e de fornecer bebida alcoólicas para uma menina de apenas 13 anos de idade.

Laércio de Moura participou do Big Brother Brasil na edição de 2016. Ele foi condenado pelos crimes de armazenamento de fotos e vídeos contendo imagens pornográficas de diversas crianças e adolescentes e também pelo crime de estupro de vulnerável.

O ex-BBB recebeu a sentença no final de agosto, mas o Ministério Público do Paraná só divulgou a informação nesta terça-feira (12), Laércio está preso desde maio de 2016 na Casa de Custódia de Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, no Paraná.

Publicidade
Publicidade

O crime bárbaro aconteceu em 2012 e contou com o depoimento da vítima que hoje tem 17 anos

O designer começou a ser investigado em fevereiro de 2016, quando o Ministério Público do Paraná recebeu uma denúncia relatando que o então participante do reality show teria abusado sexualmente de uma menina de apenas 13 anos após embebedar a vítima.

A pedido da Promotoria de Justiça do Estado, Laércio foi ouvido para falar sobre o assunto e pouco tempo depois foi preso. A vítima, que hoje tem 17 anos, participou do julgamento que culminou na sentença de 12 anos para o ex-BBB.

Segundo a delegada, ex-participante do reality manteve caso com a menina por 3 anos

A delegada titular e responsável pelo caso, Daniela de Andrade, disse que o designer e a menina tiveram um relacionamento de 3 anos, e tudo isso acontecia sem que a família da jovem soubesse.

Publicidade

A delegada ainda relatou que eles se conheceram em uma lugar público em Curitiba e desde então Laércio sempre manteve contato com a menina, seja por mensagens ou por redes sociais.

A polícia conseguiu ter acesso ao computador da jovem e pode ver qual era o tipo de abordagem que o homem usava para aliciar a menina.

A primeira polêmica que chamou a atenção das autoridades foi uma conversa dentro do Big Brother

Laércio de Moura começou a chamar a atenção das autoridades durante uma conversa com a ex-participante Ana Paula na edição de 2016. Na conversa, ele disse que teria preferência em se relacionar com garotas mais jovens.

"Só aparecem as novinhas para se relacionar comigo, tipo entre os 17, 18, 20", disse Laércio em 21 de janeiro de 2016. Esta conversa, de acordo com a própria polícia paranaense, deu início a investigação, que foi solicitada pelo Ministério Público. #EX-BBB Preso #BBB Pedofilia