O filme ‘#festa da salsicha’ tem causado muita polêmica por causa de suas cenas com teor erótico. O filme é uma animação que tem sido exibida pelo canal fechado #HBO em horário diurno e sem a advertência apropriada que deve ser feita para que os telespectadores saibam que se trata de uma produção com conteúdos adultos.

Existem diversas reclamações de internautas revoltados com a exibição de #filmes e desenhos com conteúdo adulto que são exibidos em horários inadequados. Pais e mães têm alertado as outras pessoas para fiscalizarem o que os seus filhos têm assistido na televisão ou na internet. Inclusive, já aconteceram reportagens na TV aberta falando sobre o problema.

Publicidade
Publicidade

Com uma maior variedade que a mídia atual tem proporcionado, algumas distrações podem ser perigosas para as famílias, como é o caso dos conteúdos adultos assistidos por menores de idade.

Como não foi feita a devida advertência, o que acaba trazendo o risco de menores de idade assistirem à animação, então o Procon de São Paulo decidiu aplicar uma multa milionária contra o canal HBO, que é a emissora que transmitiu o conteúdo.

Segundo afirmou o Procon, oficialmente, a falta de advertência feriu o Princípio de Proteção Integral aos menores de idade, que são consumidores de alta vulnerabilidade, sendo esta a razão de o filme ‘Festa da Salsicha’ ter a sua transmissão considerada inapropriada nos horários informados. O Procon também considera inadequada a descrição do filme no site da emissora, pois trata-se apenas de uma descrição técnica, com indicação para 16 anos de idade, onde não é comunicado o teor altamente erótico ou até mesmo pornográfico do filme.

Publicidade

A única advertência avisando sobre o teor pornográfico da animação está no DVD do filme, que avisa sobre a linguagem, sobre o teor pornográfico e sobre drogas na animação, advertindo que o filme não pode ser assistido por crianças.

A multa que o canal HBO [VIDEO], que é um canal muito famoso e responsável pela produção de séries e de filmes famosos, ultrapassa os 2 milhões de reais e coloca em evidência o deslize de uma emissora aclamada pelo público e também um maior cuidado que os pais devem ter com o conteúdo que os filhos estão assistindo na TV. Tanto as emissoras de televisão quanto alguns canais na internet podem conter produções com conteúdo inapropriado para menores de idade e os pais devem ficar de olho fiscalizando o que os seus filhos estão assistindo; só através da prudência e fiscalização é possível evitar conteúdos considerados inapropriados ou constrangedores para crianças e adolescentes.