Publicidade
Publicidade

Após muita polêmica, o ex-participante do Big Brother Brasil, Laércio de Moura, foi condenado a 12 anos de prisão. Ele participou do reality no ano de 2016, e desde então estava sendo investigado pela policia de Curitiba. O réu foi condenado por estupro de vulnerável e armazenamento de material (fotos e vídeos da vítima). Nos materiais apreendidos continham cenas de sexo explícitas envolvendo crianças ou adolescentes.

Laércio se encontra preso desde maio de 2016. A decisão da Vara de Infrações Penais contra Crianças, Adolescentes e Idosos do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba foi tomada em agosto e só foi publicada no dia 12 de setembro.

Publicidade

Tudo começou durante a participação de Laércio no reality, quando em conversas com os demais participantes, ele disse que só as ‘novinhas’ o procuravam, meninas de 17, 18 e 20. Desde então, a Promotoria de Justiça tomou providências sobre a conduta do ex-participante do reality.

O advogado de Laércio, dr. Ronaldo Manoel Santiago, disse em uma entrevista que seu cliente se encontrava tranquilo em meio às acusações. “Laércio só está chateado por estar preso, mas, ele tem a certeza da sua inocência”, disse ele.

O ex-BBB e a vítima, cujo nome não foi revelado por ser menor de idade, se encontraram pela primeira vez após um ano de sua prisão. A vítima entregou para os investigadores prints de conversas entre ela e Laércio. “Esse encontro trata-se de uma audiência de instrução e julgamento”, segundo o Ministério Público do Paraná.

Publicidade

Em nota, o advogado disse que seu cliente Laércio está tranquilo e afirma que nunca teve contato com a ‘suposta’ vítima. Disse que vai tomar as medidas cabíveis, mas pelo que parece, a vítima que o denunciou, citou mais um nome e isso pode tratar- se de uma retaliação de um desafeto amoroso virtual.

Muitas pessoas que seguiam o caso desde o inicio, após sair a notícia na mídia, usaram suas redes sociais para comemorar a prisão de Laércio. “Todos juntos por justiça, se fez, tem que pagar”; “Ele nega na cara dura, a menina tinha 13 anos, como ele pôde fazer isso?”; “12 anos, mas vamos ver se fica preso pelo menos uns 5 anos, justiça brasileira”; “Se ele não tivesse se entregado no programa, estaria impune até hoje, temos que entregar essas tipos de pessoas”; “Coitada da adolescente ter que encontrar com ele novamente, espero que ela consiga seguir sua vida normalmente”; disseram algumas pessoas. #ex-BBB #Laercio